Gravidez

O que é o Corrimento Marrom e Qual a Relação com a Gravidez

Imagino que, se a conversa é sobre “ser mulher”, com certeza em algum momento falaremos sobre corrimento vaginal. E tudo bem, tá tudo certo. Isso é uma parte normal do mundo feminino, mesmo que seja o temido corrimento marrom.

Um corrimento saudável vem em uma variedade de cores, embora as mudanças são geralmente sinais de que algo está acontecendo dentro. E quando você está esperando um bebê, todos esses hormônios da gravidez tornam seu corrimento mais pesado e espesso.

Mas uma das maiores preocupações para as mulheres grávidas é o corrimento marrom, provavelmente porque a cor é mais próxima do sangue. A boa notícia é que, na grande maioria dos casos, o corrimento marrom na gravidez é uma parte totalmente normal de ser mulher.

Corrimento marrom pode ser gravidez

corrimento marromSim! Simples e direto. Pode ser que você nem saiba que está grávida. Se for um corrimento marrom escuro, como se fosse um sangue velho pode ser um dos sintomas da gravidez. Vou contar minha experiência com Ariel e depois dar os dados científicos pra confirmar.

Eu tinha o ciclo menstrual muito irregular, ou seja, eu não menstruava como um reloginho todo o dia tal. Por essa razão quando tentei engravidar tive que ficar de olho nesses apps que te ajudam a controlar o dia, o ciclo e consequentemente o período fértil.

Em um belo dia, indo ao banheiro eu vi o corrimento marrom, na hora eu associei com o período menstrual. Isso porque, em algumas mulheres ele pode começar com um pouquinho de corrimento marrom.

Porém, passou umas duas semanas e eu não entrei no ciclo menstrual. Fiquei confusa e fiz o teste de gravidez, e como os mais antigos dizem: “foi batata”, estava grávida!

Corrimento marrom na gravidez pode ser “nidação”

O que aconteceu comigo então? Bom, vamos para a parte científica da coisa toda. Em 25% das mulheres grávidas pode acontecer a nidação. Essa ação do organismo se dá quando o óvulo fecundado chega ao útero.

Depois que isso acontece, o óvulo se prende à parede do útero. Assim, pode haver um leve sangramento por causa da nidação, o que leva ao corrimento marrom na gravidez.

Mas, tem um alerta. É apenas um corrimento marrom, ele não pode ser mais que isso, com fluxo intenso ou pedaços. Ser for assim, pode ser outra coisa totalmente diferente.

Principais causas do corrimento marrom na gravidez

Fiz uma extensa pesquisa sobre as principais causas do corrimento marrom na gravidez. Vocês me conhecem e sabe que vou a fundo, não só pra obter informação para mim e minha família, como para trazer a vocês fatos comprovados sobre o assunto.

Irritação

Se você está grávida, o corrimento marrom pode acontecer e é provável que não signifique que algo está errado com você ou com seu bebê – na maioria dos casos, é completamente inofensivo.

A causa mais comum é a irritação: como você sabe (ou vai descobrir em breve), o surto de hormônios e o aumento do fluxo sanguíneo para o colo do útero podem torná-lo supersensível quando você está esperando um bebê. Então, às vezes, a relação sexual ou um exame pélvico pode agravar o colo do útero, resultando em um pouco de corrimento marrom.

Complicações

Em casos mais raros, o corrimento marrom na gravidez é um indício de um aborto iminente, ou gravidez ectópica, problemas com a placenta ou um sinal de uma infecção do colo do útero. Se, a qualquer momento, a secreção se transformar em manchas vermelhas brilhantes ou sangramento, ficar cinza ou se você sentir cãibras e sensibilidade abdominal, corrimento marrom e cólica com
dores nas costas, procure o seu médico imediatamente.

O seu momento pode estar chegando

Se você está chegando ao fim da gravidez, o corrimento marrom também pode ser um sinal de que o trabalho de parto está próximo. Ou seja, em poucas semanas ou alguns dias antes de você dar à luz, você vai perder o seu tampão mucoso – um globo de muco que fecha a abertura do colo do útero durante a gravidez (você pode nem notar que isso aconteça).

Quando seu corpo se prepara para entrar em trabalho de parto, é normal que o colo do útero amoleça e libere o tampão do muco. Esse tampão ajudou a proteger qualquer bactéria de entrar em seu útero. O tampão do muco pode parecer só muco mesmo.

Mas também pode ser tingido como se fosse um corrimento de cor marrom quando se desaloja. Você pode notar o tampão de muco sair de uma só vez. Ou pode se desalojar em “pedaços” menores e menos perceptíveis ao longo de alguns dias ou semanas.

Outras causas associadas com o corrimento marrom

Existem outras situações que podem produzir esse corrimento marrom. Elas são casos urgentes e você precisa procurar um médico se a junção desses eventos acontecer junto ao corrimento.

Síndrome do Ovário Policístico

Se ocorrer em conjunto com períodos irregulares, acne, aumento de massa corporal ou de pelos no rosto ou no corpo e o corrimento marrom pode ser um sintoma da Síndrome dos Ovários Policísticos. A SOP é um problema hormonal que pode ocorrer entre 5 a 10% das mulheres jovens e adolescentes.

Endometriose

Se ocorrer intensa dor pélvica e um período muito longo, um corrimento marrom antes da menstruação pode ser um sinal de endometriose. O revestimento do útero começa a crescer do lado de fora do útero, envolvendo ovários, trompas e reto. E endometriose é assunto sério e o médico deve ser procurado imediatamente.

Doenças Sexualmente Transmissíveis

A gonorreia, verrugas genitais (HPV), vulvovaginite e doenças inflamatórias são doenças sexualmente transmissíveis que podem causar manchas ou corrimento marrom. Por isso se o corrimento marrom vier junto a febre, dor e queimação na hora de urinar ou nas relações sexuais, pode se tratar de uma dessas doenças.

Eu sei que a gente fica desorientadinha quando algo acontece fora da rotina, principalmente na gravidez. Afinal de contas, todo cuidado com nosso filhinho lindo é necessário, não é?

Mas não se preocupe tanto, o corrimento marrom na gravidez pode acontecer de várias formas, como vimos acima, o que você precisa fazer é identificar em qual dessas situações ele se aplica e imediatamente avisar o médico. Isso é extremamente importante, seu médico tem que estar a par de tudo que se passa com você na gestação. Só assim ele pode ajudar a proteger você e seu filhote!