Categorias Cinema&Cultura

A trilha da gravidez

Eu não sei se todo mundo é assim mas, a minha vida tem trilha sonora! Tem a trilha da infância, a trilha da adolescência, a do primeiro amor, daquela viagem incrível, dos passeios com as amigas, do casamento… Cada momento da minha vida tem uma trilha sonora e, é claro que, não seria diferente com a minha gravidez.

A gravidez é sempre um momento único, mesmo que a mãe seja a mesma, cada gravidez é diferente da outra. Tem gravidez que é super planejada e tem gravidez que acontece sem querer, tem gravidez de risco, gravidez tranquila, gravidez na praia…
Pra mim, cada uma das vezes em que engravidei, vivi momentos completamente diferentes e especiais, e por isso, cada gravidez teve uma trilha diferente, única e especial.
Quando engravidei do Pedro, estava grávida pela terceira vez, havia perdido 2 bebês antes dele e por isso, a gravidez foi super tensa pra mim. Eu acordava todos os dias com medo de que alguma coisa acontecesse e tudo o que eu pedia era que o meu bebê se desenvolvesse direitinho e nascesse no seu tempo, sem sustos ou complicações.
Olha a trilha da gravidez do Pedro:


Pra mim era como um pedido para que ele ficasse ali dentro, se desenvolvendo na minha barriga até a hora de nos conhecermos “deixa eu dizer que te amo, deixa eu gostar de você, isto me acalma, me acolhe a alma, isso me ajuda a viver..”

Eu cantava todos os dias esta música para a minha barriga, e era também um jeito de contar para o meu bebê que ele já era muito amado e esperado “vivo em constante alegria, é o amor, que está aqui! Amor i love you…”

Quando eu engravidei da Cacá, tudo aconteceu completamente diferente. Eu achava que não conseguiria engravidar novamente, porque não estava disposta a passar por todo o estresse da primeira gravidez porém, ela veio, e quando eu descobri a gravidez fiquei desesperada!

Eu simplesmente não tinha preparado a minha vida emocional ou financeira para ter dois filhos, tive tantos medos, dúvidas e incertezas que tudo o que fiz foi cantar a música que me acompanha desde a infância:

Resolvi encarar a gravidez da Cacá como uma benção, e acreditar que tudo ia dar certo “don’t worry, about a thing. ‘Cause every little thing gonna be all right…” tradução: “não se preocupe com nada, tudo vai dar certo!”

Com a evolução da gravidez, passei a cantar esta música para a barriga todos os dias, para contar para a Cacá que apesar do meu medo, tudo ia dar certo e eu já a amava demais! Depois, quando ela nasceu e começou a ter crises horríveis de cólicas, só se acalmava quando eu começa a cantar esta música baixinho embalando ela, muito incrível!

Fui perguntar para outras amigas blogueiras se elas também tiveram a trilha da gravidez, a Patricia Smith, do Mundo Ovo, tem uma história de trilha parecida com a minha, olha só a música dela:

Antes de engravidar do Adam, a Pati também perdeu um bebê e passou por todas as dores e medos que eu também passei, pra “Enfim vencer” e voltar a sorrir. Muito lindo!

A Thais Ventura, que escreve As delícias do Dudu, me contou que lá na casa dela todo mundo é doido por Beatles, durante a gestação ela cantava muitas músicas do quarteto para a barriga, mas uma em especial virou a predileta do Dudu:


Imagina a fofureza do Dudu cantando “Lucy in the sky”? Adorei!

Outra amiga que colocava muito os Beatles para tocar pro barrigão era a Aninha, que escreve o Look Bebê, olha a preferida dela:

Letra mais que perfeita para quem espera o brilho de sol que é um sorriso de bebê, né? Amei!

Pra fechar o roll de blogueiras Beatlemaníacas, a querida Marina, do Petit Ninos, ouviu o quarteto nas duas gestações. Para a Babi, a música era esta aqui:

Música linda que eu adoro!! Uma verdade universal tão simples e perfeita, né? Para o Théo, uma música que a Má cantou tanto pra barriga, que ele praticamente nasceu cantando também:

A Shirley, que escreve o Macetes de Mãe, cantava para a barriga uma música que demonstra bem todo o amor que a gente já sente pelo bebê ali, na barriga. Nesta doce espera, olha só o que a acompanhava:

A letra diz tudo, amor de mãe é mesmo o “amor maior do mundo”, né?

A Mah Bonnás, que escreve o Vida de Gestante e Mãe, é mamãe do Vítor e está gravidinha da Mariah, enquanto espera a sua pequena tem cantado muito esta música aqui:

A Luíza Diener, que escreve o Potencial Gestante, me contou que não tinha assim, uma música, tinha uma benção, que ela cantava pro Benjoca bebê, depois pra ele dormir e a Sança ouvia de dentro da barriga. Quando a Sança nasceu, o Benjoca cantou pra ela parar de chorar, imaginem que coisa mais linda?? Fiquei mega curiosa pra saber que música era essa daí, eles cantaram pra gente, olha só:

Fofuuuuura um milhão de vezes, né? <3

Á partir das 13 semanas de gravidez* o bebê já é capaz de ouvir sons de dentro da barriga, ao nascer ele reconhece as vozes que falaram com ele ou cantaram para ele durante toda a gestação. Por experiência própria, sei que isso é muito verdade e é muito lindo ver seu bebê familiarizado com aquela música especial que você cantou ou tocou para ele. Ouvir música também é ótimo para relaxar então, já comece a apresentar para o seu bebê a sua playlist!

Adorei saber as histórias e músicas destas amigas lindas, a gente sempre chega a conclusão de que mãe é tudo igual mesmo, né? Poço de amor sem fim! Delíciaaaa!!

E vocês, também têm uma trilha sonora da gravidez? Me conta aí!

Bjos ;)

* informação Baby Center Brasil

Deixe seu comentário

Comentários