Categorias Moda

Tênis de rodinha: crianças com asas nos pés!

Este ano o Pedro me pediu como presente de aniversário, um tênis de rodinha! Eu já tinha visto algumas crianças por aí com estes tênis diferentes que, não são parecidos com patins e têm rodinhas apenas nos calcanhares.

Fiquei meio preocupada com este presente pois, a primeira coisa que me ocorreu foi: será que é seguro? Na minha infância e adolescência, eu andei muito de patins e bicicleta, o Pedro anda de bicicleta, patinete, carrinho de rolimã e skate e a Cacá, anda de bicicleta e patins mas, o tal do tênis de rodinha era um “bicho” completamente novo pra mim, e por ser tão simples, me causava muitas dúvidas sobre a funcionalidade e a segurança do “brinquedo”.

Fui pesquisar as marcas e modelos e até assisti alguns vídeos de crianças ensinando a andar com estes benditos, na prática ele funciona assim: uma rodinha em cada calcanhar do tênis e a criança usa para deslizar e não caminhar, como acontece com o patins, por exemplo.

Conversei bastante com o Pedro e resolvi atender o seu pedido, pesquisei modelos e valores e descobri que o presente não é dos mais baratos! Um modelo de skatenis, ou tênis de rodinha, sai por no mínimo R$ 300,00, não encontrei em nenhum lugar com preço abaixo deste valor.

Há modelos e cores variadas, para meninos e meninas, e os tamanhos vão do 30 ao 37:

tenis de rodinha

Nesta foto, da esquerda para a direita no alto: modelo da Nike, modelos da Skate Mate, modelo da Warner DC Super Heróis e modelo da Ortopé.

Este aqui foi a escolha do Pedro:

tenis de rodinha heelys

Da marca Heelys, ele gostou muito das cores e eu gostei porque achei mais resistente! A parte do calcanhar onde vai a rodinha, é mais estruturada e por isso, mais pesada porém, sem deixar a parte da frente molenga!

Além de me preocupar com quedas (que são normais neste tipo de brincadeira) fiquei preocupada com a estabilidade e conforto do calçado quer dizer, ele não deve jogar peso para a parte da frente do pé nem exigir muita força nos calcanhares, deve ser uma brincadeira gostosa, estável…

O ortopedista Dr. Bruno Nogueira, em entrevista ao jornal O Povo, recomenda que a brincadeira com o tênis não ultrapasse 2h para que não hajam dores de coluna ou musculares.

Assim que chegamos em casa com o novo tênis, o Pedro já quis testar! Ficar em pé em cima dele é relativamente fácil, como as rodinhas estão apenas na parte de trás, você consegue se estabilizar apoiando-se na parte da frente dos pés daí, é a hora de tentar o primeiro impulso.

Se você tentar usar as rodinhas para se mover como num patins não vai funcionar! As rodinhas no calcanhar apenas permitem que você deslize pra frente, em curvas ou zigue-zague mas, para funcionar, você precisa dar um grande impulso.

Sabe quando as crianças escorregam usando as meias? É mais ou menos assim que funciona a brincadeira aqui, apenas deslizar e assim, com o tempo de treino, os impulsos e “deslizes” ficam mais rápidos e certeiros.

Pedro treinou por umas 2h no corredor aqui de casa e no segundo dia, já desceu para a quadra do condomínio dominando completamente a brincadeira. Depois que vi ele fazendo isso em um espaço maior, fiquei bem mais tranquila com relação a segurança.

As rodinhas dos calcanhares não permitem que se atinja muita velocidade mas, de toda forma, deixei avisado que é pra ter cuidado e é claro, não abri mão dos itens de segurança: capacete, cotoveleira e joelheira.

Se o seu filho anda doido por um destes também, e você assim como eu, estava com medo desta brincadeira, é bom saber que os calçados são para crianças usando numeração à partir de 30 e assim, acho que são mais adequados para pequenos com no mínimo 6 ou 7 anos.

A capacidade das crianças em aprender rapidamente como usar o tênis é incrível e em poucas horas eles já estão craques, mas não esqueça os itens de segurança! Você encontra muitos modelos e cores em shoppings ou lojas virtuais, mas eu recomendo que você compre de maneira física para conseguir pegar o tênis, sentir o seu peso, estabilidade e deixar a criança experimentar.

Apesar de as rodinhas saírem do calçado permitindo que se caminhe normalmente com o tênis, este não é um calçado para passeios. Justamente pelo peso de sua estrutura ele força os pés, pernas e a coluna além disso, segundo o fabricante, andar por muito tempo com o tênis sem as rodinhas ou a tampinha de proteção do buraco da rodinha (que não vem com o tênis e precisa ser comprada a parte) pode fazer com que a borracha se dilate causando afrouxamento no encaixe e assim, a rodinha vai ficar escapando e o tênis acaba se estragando!

Na escola do Pedro, é proibido frequentar as aulas com este tipo de tênis e ainda que não fosse, eu acho que não deixaria ele ir com ele, pode imaginar a coitada da professora tendo que lidar com 20 crianças deslizando sobre os calcanhares sem nenhuma segurança? Melhor evitar, né? hehehe

Meu pequeno com asas nos pés (ou quase isso) está feliz da vida com o seu novo brinquedo e as novas habilidades conquistadas, e a mãe aqui fica cada vez mais com o coração na boca com tantas aventuras radicais! E algo me diz que isto é apenas o começo, ai meu coração! hihihi

Bjs ;)

 

tenis de rodinha

Meus pequenos radicais! <3

Deixe seu comentário

Comentários

1 comentário via blog

  1. Claudia comentou em

    Lindo as crianças vão fica feliz e castando energia