Categorias Saúde

Super poderes de mães

Ainda me lembro nitidamente da primeira vez que senti na pele a dor de ver um filho doente. O Pedro tinha cerca de 5 meses quando, de repente, apareceu uma febre daquelas altas!

Eu nem sabia direito o que era uma febre, não tinha a menor ideia de quando e quanto uma febre poderia ser perigosa ou indicar alguma coisa mais séria. Só sabia que, naquele momento, tudo o que eu queria era ter o super poder de tirar dele qualquer dor, doença ou mal estar, de fazer sumir com um beijo ou um sopro, de fazer ele ficar bem…

Mas a gente sabe que isso não existe, né?

Os super poderes de mães são, infelizmente, limitados – apesar de extraordinários. E toda mãe sabe que nossa melhor defesa é a informação e a prevenção!

Foi pensando nisso tudo que aceitei o convite da GSK para participar de um evento muito importante, que aconteceu aqui em São Paulo. O lançamento da campanha “Meu futuro campeão” é uma ação que convida mães, pais e sociedade para conversar sobre a meningite, uma doença séria, que pode matar ou causar sequelas irreversíveis, mas que tem como prevenir!

Para dar início à ação, conheci a história de cinco dos nossos campeões paralímpicos, todos acometidos pela doença ainda na infância e, hoje, guerreiros inspiradores de superação e força!

Paraolimpíadas 2016

Blogueiras e atletas paralímpicos, porta-vozes da causa!

Para explicar o que é a meningite, qual a sua gravidade e como prevenir, também esteve no evento a Dra. Isabela Ballalai, que é presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações – SBIM, e fez uma apresentação alarmante dos dados da doença no Brasil e no mundo.

A doença meningocócica é causada por uma bactéria, a N. meningitidis ou meningococo, e a primeira coisa muito importante a saber sobre ela é que existem 5 sorogrupos importantes no Brasil: s os A, B, C, W e Y e todos eles podem ainda ser classificados em sorosubtipos. Ou seja, o “inimigo” é quadrilha organizada!!

De rápida evolução, a doença meningocócia é difícil de diagnosticar e, sem o tratamento adequado, pode levar o paciente à morte em até 48h!
Os principais sintomas da doença são:

– febre alta
– dores de cabeça
– manchas vermelhas pelo corpo
– rigidez de nuca
– apatia

Com sintomas tão comuns à vários tipos de doenças e viroses, o diagnóstico torna-se difícil e a demora dele é uma das causas da letalidade da doença. Em menores de 12 meses, que são o grupo mais vulnerável, ainda há o agravante de que não dá para checar a rigidez da nuca!

Aqueles pacientes que conseguem sobreviver à doença, podem sofrer sequelas como: amputação de membros, cegueira, surdez, danos cerebrais e dificuldades de aprendizagem.

Eu não sei vocês, mas eu, como mãe, quando escuto tudo isso, penso em 2 coisas primordiais: 1 – como esta doença é transmitida? e 2 – como faz para se prevenir?

A Dra. Isabela explicou que, a doença meningocócica é transmitida por meio da saliva, tosse e espirro e, o mais alarmante, na minha opinião, é que os transmissores da doença podem ser pessoas que possuem a bactéria dentro de si e não adoecem. Assim, não sabem que a possuem e apenas a transmitem!

Além dos bebês, crianças até 4 anos, adolescentes e adultos jovens (de 9 a 25 anos) também são grupos de risco, tanto como vítimas quanto como potenciais transmissores da doença.

No Brasil, tivemos casos recentes de surtos da doença. Quem se lembra da corrida às clínicas e postos de saúde atrás da nova vacina de meningite, que aconteceu há poucos meses?

Pois é, a melhor maneira de prevenir a meningite é mantendo hábitos de higiene como lavar sempre as mãos, não compartilhar objetos pessoais como talheres, garrafas etc, e se vacinando!

Hoje em dia, já estão disponíveis no Brasil as vacinas dos sorogupos ABCWY , inclusive, a vacina contra a meningite B e seus mais de 1000 sorosubtipos, que é o tipo de meningite que mais faz adoecer crianças e jovens em todo o mundo!

Confesso que saí do evento pensando em checar as carteirinhas de vacinação das crianças e correr para o laboratório mais próximo! Apesar de Pedro e Cacá já estarem grandinhos (ele 8 anos e ela, 6 anos) e com suas carteirinhas em dia, também aprendi com a Dra. Isabella, que as vacinas precisam de reforços, mesmo nos mais velhos!

Outro dado que me chamou muita atenção neste dia é que, a meningite, por estar presente em todo o mundo, acomete muitos viajantes desavisados e desprevenidos! Nós somos uma família viajante, vocês sabem, e este alerta me fez ter a certeza de que, papai e mamãe, também precisam ser vacinados, afinal, todos nós estamos suscetíveis à doença, dentro ou fora do país!

E como é uma causa de importância mundial, ela conta com a fotógrafa Anne Geddes (aquela das fotos newborn mais lindas do mundo!) como embaixadora global.

A Anne, que também esteve no evento, nos apresentou os ensaios que fez com crianças e jovens de todo o mundo, sobreviventes da doença, para chamar atenção para a importância da prevenção.

Como ela mesma disse “as fotos não têm a intenção de chocar, elas têm a intenção de mostrar a superação, destas crianças e de suas famílias e também, têm a intenção de dizer ao mundo que nenhuma outra criança precisa passar por isso!”

Anne geddes

A fotógrafa Anne Geddes, embaixadora global da causa!

Anne geddes

Amber, precisou amputar partes dos 4 membros…

image

As irmãs Sophie e Ellie, uma cuida da outra com tanto amor! Foi a imagem que mais me emocionou!

image

Harvey, precisou amputar partes dos membros inferiores…

image

Julio, nosso representante brasileiro na galeria emocionante da Anne! Segundo ela, quando perguntou a ele como gostaria de ser retratado, ele disse que queria ser O Pensador!

image

Bernadette, uma princesa que precisou amputar partes dos membros inferiores…

Eu estou muito feliz e honrada de poder fazer parte desta causa, de ser uma das porta vozes e poder transmitir para todas vocês tudo o que eu for aprendendo sobre esta doença e como preveni-la.

Como eu disse lá em cima, seria muito bom se os nossos super poderes de mães incluíssem habilidades de cura mas, já que estes opcionais não vieram no pacote “maternidade,” o maior super poder que podemos usar para proteger os nossos filhos é a informação e a prevenção.

E aí, super mães, ativar? Bora proteger os nossos “futuros campeões”? #vençaameningite

Para saber mais sobre a meningite, acesse o site Casa de Vacinas da GSK

Bjs ;)

tag

 

Deixe seu comentário

Comentários