Categorias Passeios e Viagens

Paraty com crianças

Desde que voltamos do Recife para São Paulo (há 2 anos), nossas férias têm sido de apenas 1 semana no máximo! :(

Por causa disto (e também da verba mais curta), temos optado por passeios e viagens mais curtinhas, mais próximas e que funcionem em no máximo 3 ou 4 dias. Já fazia algum tempo que eu estava doida para conhecer Paraty, sempre quis participar da FLIP, dos festivais de jazz e, como boa e modesta historiadora que sou, queria muito pisar naquelas ruas de pedras que tanto conheci nos livros.

Depois de avaliar as opções e condições, decidimos que este ano seria o ano de ir para Paraty, fui pesquisar sobre roteiros e passeios na internet e daí, confesso que achei que talvez eu não fosse curtir porque, depois de ter morado em Recife e frequentado Olinda todos os domingos, imaginei que Paraty não me traria nada de novo, nada de belo, nada de emoção… ledo engano!

Voltei de Paraty com aquele gostinho de quero mais, com a sensação de que não vi nem conheci nem metade do que a região tem a oferecer, simplesmente apaixonada! Além da espetacular paisagem para todos os lados que se olhe, a cidade histórica tem um encanto, um romance, uma boemia que envolve, em todas as idades!

Para começar a falar da nossa viagem, preciso falar da nossa hospedagem! Ficamos na Pousada das Bromélias, instalada há 13km da cidade de Paraty, a pousada é um recanto de beleza natural, ar puro, conforto, facilidades, charme e bom atendimento escondida aos pés da montanha.

 

Na estradinha pra chegar na pousada você já vai se deslumbrando com a paisagem

Na estradinha pra chegar na pousada você já vai se deslumbrando com a paisagem

São apenas 10 chalés, afastados uns dos outros, equipados com ar condicionado, chuveiro a gás, protetores anti-insetos, banheiras de hidromassagem (nos chalés luxo), kits de higiene da L’Occitane, tv de LCD, DVD, wifi, varanda com rede, serviço de quarto, frigobar, secador de cabelos, telefone para chamadas diretas e muito cuidado em todos os detalhes.

Ficamos no chalé Special, ele tem 40m2 e acomoda até 4 pessoas, 1 cama queen size e 2 sofás camas, olha que charme a nossa “casinha” como dizia o Pedro:

 

Super aconchegante e charmoso

Super aconchegante e charmoso

Sofá cama confortável

Sofá cama confortável

A Cacá amou a "cama de princesa" hihihi

A Cacá amou a “cama de princesa” hihihi

A pousada está instalada numa área imensa, toda a sua mata atlântica nativa preservada e as construções desenhadas de modo a não interferir na beleza natural do espaço. Dá pra fazer trilha, caminhada e banho de cachoeira sem sair de lá.

 

Já na porta da pousada, a primeira cachoeira

Já na porta da pousada, a primeira cachoeira

Na área comum, a pousada oferece: restaurante (que inclui menu kids), salão de jogos, piscina adulto e infantil, quadra de tênis, sauna, ofurô e tratamentos terapêuticos. Aliás, a área dos tratamentos é um caso à parte, sauna e salas de massagem estão instaladas á beira da cachoeira, super limpinha, de águas cristalinas com muitas pedras para caminhar as crianças se divertiram muito, foi a primeira vez que experimentaram um banho de rio. E depois da farra na cachoeira, você encontra todo o apoio de banheiros, chuveiros e até lanchinho para as crianças.

Fazer um ofurô sozinha ou com o marido ouvindo o barulho gostoso da água e dos pássaros também é incrível, na minha opinião, o melhor lugar da pousada inteira é aqui!

paraty mosaico

Sauna e ofurô aos pés da cachoeira, lounge de descanso para o pós banho de rio!

Escolhemos um dia para fazer o tour na cidade histórica e foi então que eu me apaixonei! Realmente é difícil caminhar nas ruas de pedras grandes e irregulares, o segredo é escolher um par de sapatos confortáveis e andar pelo meio da rua.

IMG_5350

Cacá e vovó se equilibrando! hehehe

As casinhas coloridas e preservadas são lojas de artesanato, ateliês de artistas, centros de cultura, restaurantes, sorveterias, lojas de cachaça e até mesmo bancos. Para fazer este passeio conhecendo tudinho e ouvindo a História, você pode contratar o serviço de tour com charrete. Na praça da Matriz várias pessoas oferecem este serviço que leva duas pessoas por carro e demora cerca de 40 minutos ao custo de R$ 50,00.

IMG_5325

As casinhas coloridas charmosérrimas *—*

IMG_5328

Família turistando na Praça da Matriz

IMG_5372

a Rua do Fogo

IMG_5336

a Casa de Cultura tem exposição, páteo interno delicioso, café e lojinha de artesanato!

IMG_5369

Pra fazer o passeio de barco, basta chegar no cais

IMG_5373

Um dos cantinhos incríveis da cidade, este aqui fica dentro de uma loja de artesanato lindaaa!

IMG_5351

Um pedacinho da França em Paraty, tem como não se apaixonar?

Ao visitar a cidade preste atenção em duas coisas: na cidade histórica não é permitido a circulação de carros, mas dá pra chegar até o seu entorno e parar nas vagas de rua ou em estacionamentos que estão por toda parte. Ás 6h da manhã e as 6h da tarde a maré invade uma parte das ruas de Paraty por isso, atenção ao horário e locais em que vai passear.

 

Uma rua ainda alagada da maré

Uma rua ainda alagada da maré

Não poderia deixar de visitar Paraty também á noite, apesar de o clima ser de puro romance, também tem espaço para as crianças. Ver as casinhas coloridas iluminadas com lamparinas que remetem aos tempos de colônia traz todo um encanto ao passeio.

O charme noturno da cidade

O charme noturno da cidade

Escolhemos jantar no Paraty 33, um restaurante família que depois das 10h se transforma em balada. As crianças foram recebidas com papel e giz de cera e enquanto comíamos, ouvíamos música gostosa ao vivo. O atedimento foi bem rápido e cordial, a comida deliciosa, já os preços, meeeega salgados. Aliás, uma coisa comum em Paraty, comer aqui é beeeem caro!

IMG_5431

No Paraty 33 as crianças ganham papel e giz. Música ao vivo, ambiente gostoso, atendimento rápido e cordial!

Nós não somos uma famíia “de praia” (e moramos no Recife, é eu sei! rs), mas não poderia deixar de levar as crianças para brincar e conhecer uma das muitas praias famosas da região. Escolhemos a praia do Corumbê, bem próxima da pousada e uma verdadeira piscina! Mar super calminho e quentinho, orla extensa, vista linda…

IMG_5446

A Praia do Corumbê

Acessamos a praia pelo restaurante Corumbeer, super indico para passar a manhã, a tarde ou o dia todo. Por lá você tem infraestrutura de banheiros, ducha, cadeiras de praia, piscina á beira mar, lounge de descanso e almoço. Pra quem curte, uma moqueca de peixe deliciosa e para as crianças, um menu com arroz, filé, saladinha, fritas e sucos.

IMG_5455

No Corumbeer, infra-estrutura para as famílias, sombra e água fresca! rs

IMG_5451

“Olha mãe, um dinossauro na praia!” <3

Ainda pretendo voltar muitas vezes a Paraty e fazer o passeio de barco pelas ilhas, ir ao mini-museu da Estrada Real e quem sabe encarar umas trilhas, o gostinho de quero mais ainda está aqui!

Pra quem vai de SP, você pode optar por descer a serra e utilizar a rodovia Tamoios (percurso mais longo e com menos serra) ou ir por Taubaté e pegar a “serrinha” que corta o Parque Estadual da Serra do Mar, as crianças amaram fazer este caminho cheio de curvas, mata, montanhas, visual lindo e nuvens, uma aventura!

Nas duas opções você encontra infraestrutura de paradas, lanchonetes e estrada em ótimas condições, sem pedágios exorbitantes!

Paraty é linda, perfeita, ideal para casais e famílias em todas as idades! Super recomendo a visita e também super agradeço ao Ari e a Célia, proprietários da Pousada das Bromélias que são incríveis e fizeram das nossas mini-férias dias inesquecíveis, super obrigada! <3

Bora se apaixonar por Paraty? #ficadica

Bjs ;)

Deixe seu comentário

Comentários

7 comentários via blog

  1. Adorei as fotos e a cama de princesa da Cacá!!

    1. Loreta respondeu Maria Cecília [Maternidade no Divã] em

      hahaha ela apaixonou no dossel! To correndo serio risco de ter que colocar um aqui na cama dela! rsrsrs

      Beeeijo ;)

  2. Helena Sordili comentou em

    Adorei o post!
    Sou doida para conhecer Paraty!
    Isso que você falou dos preços é bem típico de cidades turísticas né? Em Campos do Jordão comer fora também é impraticável…
    beijos
    Lele

  3. Loreta comentou em

    Ai Le, vcs vão amar!!! E é isso mesmo, ultimamente comer fora tá caro em qq lugar, eu acho! rs

    Bjs ;)

  4. Patricia comentou em

    Adoro Paraty, mas como mãe de primeira viagem (literalmente), procurei dicas e adorei este post. Só não recomendo o Restaurante Paraty 33 pelo atendimento muuuito lento e de má vontade, precisei pedir pelos desenhos para pintar e não encontravam giz de cera e após 40 minutos de espera com crianças, nem sinal dos pratos. Resumindo: fomos embora sem jantar pq as crianças cansaram e comecaram a chorar. O gerente disse que não podia fazer nada pq estavam com apenas um chef. Acredito que deveriam ter avisado qdo perguntei na entrada se poderiam atender bem familias com criancas.

    1. Loreta Berezutchi respondeu Patricia em

      Oi Patricia! Puxa, que pena que o Paraty 33 foi este desastre pra vocês! :( Super obrigada por vir dar um feedback aqui, é sempre bom manter estas dicas atualizadas né? Bjs!