Categorias Vida de Mãe

Depois dos cinco…

Quando eu estava lá nos meus primeiros dias como mãe de 2 bebês (Pedro, 2 anos e Cacá recém nascida) e as coisas estavam punk, sempre tinha alguém que me dizia: “Calma! Depois dos cinco anos tudo vai melhorar!”

Os pediatras me diziam isso, as professoras me diziam isso, as mães com filhos mais velhos me diziam isso, a avó me dizia isso e a única coisa que eu queria responder para todas estas pessoas era: “Dane-se! Eu tô no olho do furacão agora!”

Porque convenhamos, quando se tem bebês em casa, cada dia é uma novidade, cada dia é uma batalha e quando você pensa que finalmente conseguiu organizar algum tipo de rotina, tudo muda outra vez!

É claro que, sempre aparecem por aí as “mães perfeitas” que dizem que com elas foi diferente, que foi tranquilo, e que não é bem assim, para elas a única coisa que eu respondo é: ok, amiga! Pode falar a verdade! Ninguém vai te julgar “menas mãe” se você confessar que fica cansada e que tem vontade de fugir!

Enfim, eu confesso! Foi punk mesmo! É punk ainda! Cada vez que as crianças crescem um pouquinho, a gente tem que se virar para dar conta de compreender e descobrir como lidar com a fase nova em que eles estão e ás vezes, tudo isso acontece mais naturalmente e de maneira mais fácil, e ás vezes, a gente fica meio louca primeiro e depois se ajusta! Tá tudo bem!

Mas eis que Pedro e Cacá agora passaram dos cinco anos (ouçam a musiquinha da vitória de fundo) e por isso, resolvi vir aqui fazer uma lista das coisas que realmente ficaram mais fáceis nesta fase.

Cada criança é única e se desenvolve em seu próprio ritmo e principalmente, de acordo com os estímulos, cultura e comportamento familiar em que está inserida mas, de maneira bem geralzona, as coisas que você pode esperar que finalmente vão ficar mais fáceis depois dos cinco, são estas aqui:

1 – Eles vão ao banheiro sozinhos!

Chega de trocar fraldas, gastos com lencinhos, e gritos de “mãe, acabei!” no meio do seu jantar! Depois dos cinco anos, eles já são capazes de ir ao banheiro sozinhos e se limparem sozinhos! Uhuuuu!!!

beyonce

2 – Eles também podem tomar banho sozinhos!

Eu não confio muito na banheira porque criança, já viu né? É tipo onda do mar, basta dar as costas para ela “te pegar” mas, no chuveiro eles podem tomar banho sozinhos!

Ainda costumo entrar lá pra dar uma fiscalizada no excesso de shampoo e condicionador, no desperdício de água e faço uma conferência verbal das partes do corpo que devem ser limpas, e é só isso!

 

3 – Eles vão adoecer menos!

Os pediatras me diziam isso e eu achava que não podia ser verdade, mas é! Desde que sejam crianças saudáveis e sem maiores complicações, a partir dos 5 anos, mais ou menos, as crianças já estão com seus sistemas imunológicos melhor desenvolvidos o que significa menos gripes, menos crises alérgicas, menos crises de asma (se for o caso, como é aqui em casa), menos viroses…

carminha

4 – Menos vacinas!

Nada contra elas, muito pelo contrário! Seguir a caderneta de vacinação é super importante especialmente para garantir que realmente a saúde deles esteja de ferro após os 5 anos mas, depois desta idade, o número de vacinas anuais cai bastante!

O que na prática significa menos choro, menos dor de barriga na mãe #soudessas e menos gastos no laboratório!

5 – Eles se trocam sozinhos!

Sabe aquela coisa de tomar banho sozinho? Então, eles também já são capazes de saírem do banho sozinhos, se secarem, escolherem e vestirem as próprias roupas e sapatos!

E eu amo ver como são estilosinhos em suas escolhas! hehehe <3

6 – Chega de xixi na cama!

Mais uma vez, desde que não existam complicações de saúde, a partir dos 5 anos acabaram os escapes de xixi na cama!

Nesta idade, as crianças já costumam ter total controle de seus esfincteres, inclusive á noite! Claro que pode ser que aconteça um acidente aqui e outro acolá mas no geral, aquela tortura de lençol de xixi e colchão molhado no inverno, acabou!

patrick meme

7 – Eles podem cooperar com você!

Se você, assim como eu, sempre distribuiu pequenas tarefinhas para os pequenos desde sempre (como guardar os brinquedos, os sapatos, etc) pode se surpreender como agora nesta fase, o que antes eles faziam sem reclamação vai se transformar em lamentos intermináveis!

Eles perdem o interesse nas tarefinhas porque agora já não as compreendem mais como um tipo de brincadeira e sim, como tarefas de verdade! Mas isso não significa que você deve desistir, muito pelo contrário!

Agora que já compreendem a importância de suas pequenas tarefas, podem colaborar ainda mais com você e assumir responsabilidades por trabalhos “mal feitos” (acredite, eles vão tentar te enganar!) e aprimorar outros!

8 – Eles já sabem ler e escrever!

Claro que depende muito do desenvolvimento individual de cada criança, mas na média é por volta dos 5 anos que eles aprendem a ler e escrever as primeiras palavrinhas!

Eu amo ler para eles, mas é uma delícia vê-los escolherem os próprios livros, se concentrarem em escrever suas próprias estórias e tudo mais!

9 – Eles ficam bem sozinhos!

Não! Eu não tô dizendo para você deixar as crianças sozinhas, em casa ou em qualquer outro lugar! O que eu quero dizer é que agora, eles já conseguem ficar tranquilos com eles mesmos!

Sabe quando você precisava ir ao banco, pediatra, farmácia ou qualquer outra atividade “chata” e precisava que eles tivessem paciência para esperar e quase sempre isso acabava em negociações intermináveis e ás vezes, algum estresse?

Então, agora eles já conseguem esperar! Ficam tranquilos com eles mesmos, sem tanta necessidade de atenção, colo e afins!

patrick

10 – Eles te compreendem!

Uma das razões pelas quais eles já conseguem ter mais paciência é que agora, eles te compreendem perfeitamente!

O domínio da linguagem faz com que eles possam entender completamente o que você fala e também, faz com que eles possam te dizer exatamente o que pensam, seus desejos, necessidades, alegrias…

Pra quem precisava decifrar choros de bebê e intuir quais eram os motivos de tristeza, inquietação e outras emoções, isso é uma baita vitória, hein? hehehe

11 – Chega de birras!

Agora que eles já conseguem compreender o que você e todas as outras pessoas falam, e também conseguem se expressar, começam a adquirir maior controle sobre suas próprias emoções, o que significa menos birras e pitis!

Não! Não é que isso nunca mais vai acontecer! Acredite, aqui em casa ainda rola alguns pitis básicos, especialmente com o Pedro que agora entra em uma nova fase, a puberdade! Mas eles diminuem bem, e eu espero estar fazendo um trabalho suficientemente bom para que os meus filhos não sejam como estes adultos por aí que ainda dão destas!! /0\

oprah

12 – A mala de viagens finalmente fica menor!

Sabe quando você começava a pensar em férias em família e só de lembrar na quantidade de coisas que precisava carregar, já quase desistia?

Então, isso também passou! Não precisa mais levar pacotes de fraldas, papinhas, naninhas, brinquedos, mil tipos de snacks, latas de fórmula e leite, remédios, distrações…

Aqui em casa, as crianças já inclusive carregam suas próprias malas de viagem e é claro que ainda mantenho uma listinha de coisas básicas que podem ser necessárias na viagem (especialmente as que se referem a cuidados de saúde e higiene) mas de resto, está muito mais fácil!

Eles já comem a mesma comida que a gente então, nada de papinhas e nada de sofrer para achar restaurantes que tenham coisas que eles comem! Não preciso me preocupar em levar latas de fórmula ou leite em pó, porque eles tomam o leite que estiver servido e por aí vai!

13 – A sua bolsa só pra você!

A não ser que você seja super adepta de carregar aquelas maxi bolsas com a casa dentro, você vai ficar tão feliz quanto eu em perceber que já pode sair de casa com uma bolsinha! <3

Não precisa mais de trocador, fralda, lencinhos, brinquedos, troca de roupa, mamadeira, suco, lanchinho… Tá, bom! Vou confessar que ainda carrego coisas deles na minha bolsa, mas bem menos! Em uma bolsa pequena eu coloco a minha necessaire com lencinhos para eles e, dependendo do tempo que vamos passar na rua, também carrego um pacotinho de biscoitinho e é só!

branca de neve

14 – Eu uso a roupa que eu quiser!

Qualquer cor de cabelo, qualquer tamanho de salto, qualquer tipo de creme no corpo, qualquer perfume, e qualquer blusa!

Agora que estão grandes, você também volta a ter autonomia sobre o seu próprio corpo! É meio bizarro pensar nisso mas, se você for como eu, com certeza deixou de usar saltos, roupas mais apertadas e que limitavam movimentos ou com muitos detalhes delicados que poderiam ser ingeridos por eles, perfumes muito fortes, passou muito tempo usando blusas que eram fáceis para amamentar, tomando cuidado com as químicas de produtos de beleza que podiam entrar em contato com o seu corpo…

Sim! A gente muda muito, inclusive nosso modo de vestir! E agora que eles estão maiores, você pode voltar a usar tudo o que gosta e evitava mas, talvez se surpreenda (como aconteceu comigo) com o quanto os seus gostos pessoais mudaram, e isso é ótimo!

Claro que, como eu disse lá no começo, tudo isso depende muito de cada criança e suas necessidades! Mas em geral, as crianças vão se desenvolver sim, e muito, depois dos cinco!

Dá saudades de dar banho, carregar no colo e ter aquele cheirinho de bebê pela casa? Claro que dá! Mas pra ser muito honesta, eu curti tanto cada fase de vida deles que estou bem feliz com tudo o que passou e curtindo muito esta nova fase aqui!

Então amiga, se você está aí sofrendo numa fase chatinha como o desfralde, a introdução alimentar, a adaptação escolar e outras, acredita em mim: vai passar!

E quem também está nesta minha fase, aumenta a minha lista de coisas que estão mais fáceis agora!

Bjs! ;)

Deixe seu comentário

Comentários

4 comentários via blog

  1. Daphne comentou em

    Muito bom saber disso, tenho uma filha de um ano e meio e outra de um mês! Estou ficando louca!.. Rsrs
    Mas fiquei feliz ao ler seu post, significa q tenho q esperar um pouco, mas vou ter paz d novo… Rsrs

  2. Talita Rodrigues Nunes comentou em

    Chega logo, 5 anos!!!
    Adorei o post! ;)

  3. elianai comentou em

    Amei ler este artigo, me conforta muito.. minha pequena de dois anos e minha pré adolescente me deixam louca as vezes kkkk que chegue logo os cinco anos.. bjs