Categorias Decoração

Decorando o quarto do bebê: por onde começar?

Ah, decorar o quarto do bebê é uma das partes mais prazerosas de todos os preparativos para a chegada do pequeno! Se voce já tem uma idéia na cabeça, ou já tinha definido temas antes mesmo de engravidar para ambos os sexos, maravilha! Agora é só correr atrás de deixar tudo do jeitinho que voce sonhou!

Se ainda não tem nenhuma idéia, dá uma olhada na nossa sessão decoração e inspire-se com muitas idéias lindas! Clica AQUI!

Mesmo com pouca grana dá pra fazer um quartinho muito lindo para o herdeiro, vou usar dois exemplos: no caso do meu filho mais velho, apesar de esta gravidez ter sido muito planejada e sonhada a verdade é que, nosso orçamento estava muito contadinho sabe? Sem extras para nenhum tipo de luxo então, eu pesquisei bastante para procurar os melhores preços e assim, fazer um quartinho lindo que coubesse no meu orçamento.

Eu já tinha decidido que fosse o bebê menino ou menina, a decoração seria de animais, só mudaria a cor de fundo, deixando mais feminino ou mais masculino. Precisei reformar o quarto que seria dele porque estava todo de “qualquer jeito”, já que antes era só o nosso quarto de bagunças, e este é o primeiro passo na hora de pensar na decoração do quartinho.

Quanto antes você começar a parte “pesada” (piso, pintura, janelas e outros ajustes) melhor! Com o avanço da gravidez você pode não se sentir lá muito disposta para lidar com cheiro de tinta, barulho de martelo e etc. por isso, o ideal é que você comece a reforma por volta dos 4 meses de gestação, nesta fase os enjôos já terão passado e a barriga não estará tão pesada a ponto de te fazer perder o “pique”.

Comecei a minha reforma pensando no piso, muita gente tinha me indicado aquele piso vinílico emborrachado, anti-alérgico, colorido, térmico e blá blá blá mas, quando fiz os orçamentos quase caí pra trás com os preços! No fim, acabei colocando carpete mesmo, aquele carpete baixinho só “forração”.

Eles não são os mais indicados para quartos de bebês por inúmeros motivos: podem juntar poeira e causar alergias e podem ser mais difíceis de limpar nos casos dos “acidentes” do dia a dia como: vômitos, papinhas, xixi, água e etc que podem cair no carpete.

Mesmo sabendo de tudo isso, a verdade é que eu não tinha escolha: com a grana que eu podia gastar a única coisa que podia colocar no piso era mesmo este tipo de carpete e então, criei uma estratégia de higiene que consistia em aspiração diária e muito cuidado com tudo o que entrava no quarto. No fim, não tive problemas com o carpete, na fase em que o Pedro estava engatinhando foi até uma boa pois, como já era um tipo de piso “quentinho” eu só espalhava os brinquedos pelo chão e deixava ele a vontade.

Com a questão do piso resolvida, precisava pensar em como faria o acabamento da parede. Optei por pintar a parede com tinta látex  sem cheiro, anti mofo e lavável (própria para quartos infantis e super fácil de encontrar em casas de materiais para construção) e usar um border de papel de parede no tema que eu queria, o mais legal que eu achei foi da marca Bobinex.

Além de ser superfofo, também foi a marca mais barata que eu encontrei, comprei só o border (ou faixa) porque, com o orçamento super apertado, eu não poderia contratar alguém para instalar o papel de parede em toda a parede e, a não ser que você já tenha uma noção prévia de como fazer isso, eu não aconselho! Tive uma experiência completamente “fail” anterior :(

Como o quarto não era muito grande,optei por investir apenas nos móveis principais: berço e cômoda. Se você comprar uma boa cômoda (com opções de gavetas e portas) pode abrir mão de um guarda roupas e é melhor optar pela cômoda porque, além de guardar as coisas do bebê, ela é o melhor lugar para trocar as fraldas sem morrer de dor nas costas!

Escolhi todos os móveis brancos e de linhas básicas, para dar uma “graça” mandei fazer os puxadores da cômoda, o porta fraldas, kit de higiene, lixinho e baú com os mesmos animais do border, tudo de MDF feito artesanalmente. Usei o espaço da cômoda para guardar roupinhas, roupa de cama, produtos de higiene e utensílio e deixei o baú para o estoque de fraldas, tudo ficou muito bem acomodado, pode acreditar!

Uma coisa muito importante na hora de escolher o fabricante dos móveis é lembrar-se que o seu bebe vai passar um bom tempo no berço então, ele tem que ser seguro! Eu escolhi um modelo que tinha ajuste de altura do colchão/estrado e também, grade lateral móvel, isto facilita bastante na hora de colocar o bebê no berço sem acordá-lo!

O berço que escolhi também virava mini-cama e isto significou uma boa economia futura, já que a Cacá herdou ele! Para a escolha da cômoda, verifique a qualidade do fabricante e certifique-se de que a cômoda tenha no mínimo 1,30m de altura, esta é a altura ideal para trocar as fraldas sem forçar a coluna!

Ah, e não esqueça também: a não ser que esteja comprando móveis “pronta-entrega”, os fabricantes normalmente podem pedir prazo de até 90 dias para entregar por isso, calcule o tempo da gravidez com o tempo da entrega, você quer que o berço esteja lá quando o bebê chegar, né? ;)

O quarto do Pedro ficou básico, útil e prático, os detalhes da decoração ficaram por conta das cortinas, prateleiras e kit de higiene personalizados que davam um charme. Devo ter gastado no máximo R$ 5.000,00 entre reforma, móveis e decoração, não é muito para um quarto de bebe, né? No final, ficou assim:

quarto de bebe animais

Gente, me perdoem a má qualidade da foto mas, eu não tinha mais nenhuma versão digital salva e precisei tirar “foto da foto” /0\ Apesar de estar ruim, acho que dá pra ver o border de animais que ficava no meio da parede (acima da altura do berço e da cômoda), os puxadores de madeira, kit de higiene e porta fraldas que foram encomendados e ficaram iguais aos desenhos do papel de parede. Que saudade! rsrsrs

Para a Catarina, a situação foi totalmente diferente! Ela veio de surpresa e quando descobri que estava grávida já estava com quase 03 meses e por isso, já não tinha o mesmo prazo enooorme para pensar em grandes reformas. Nossa situação financeira estava bem melhor e como ela herdou muita coisa do irmão (incluindo o berço, que é um dos itens mais caros da decoração) não precisei gastar muito e pude investir em mais “frescurinhas” hehehehe

Quando soube que era uma menina, eu só tinha na cabeça as cores que queria usar: rosa e lilás, então comecei a dar uma olhada em borders e papéis de parede que tivessem estas cores, as opções são inúmeras com temas de borboletas, princesas, flores, bonecas, fadas, etc.

Gostei muito de um tipo de border de parede quer era feito de madeira de maneira artesanal, eram mini cerquinhas de MDF pintadas de branco com os detalhes de MDF e EVA aplicados na cerquinha, procurei por empresas que fizessem este tipo de trabalho e encontrei muitas opções de coisas lindas porém, quando comecei a receber os orçamentos estava achando tudo muito caro…. #canguinhamesmo rsrsrs

Dei uma olhada melhor no trabalho e resolvi me arriscar e fazer eu mesma! Encontrei todos os materiais que precisava para a produção dos borders na Casa da Arte, uma loja de produtos para artesanato que fica em SP (mas vende online para todo o Brasil) e assim, criei o border do quartinho da Cacá e gastei 50% a menos!

Como tínhamos acabado de nos mudar para o novo apartamento, o quarto que foi o da Cacá era antes o escritório e estava recém pintado, com o piso novinho e móveis planejados recém instalados. Pintei as paredes de cor de rosa clarinho e apliquei o border com fita dupla face de alta fixação no meio da parede, assim como no quarto do Pedro, ele ficava na altura acima do berço.

Alguns móveis do escritório puderam ser reaproveitados, como por exemplo os nichos de parede que eu só reposicionei. Precisei comprar um guarda-roupas porque, tinha doado a cômoda do Pedro e para fazer a troca das fraldas, optei por uma banheira com trocador.

O quarto da Cacá também era bem pequeno, mesmo assim ele tinha como móveis: berço, gurada-roupas de 3 portas com maleiro e 2 gavetas, banheira com suporte e trocador, cadeira de amamentação com pufe e nichos de parede.

O tema do quarto dela era “Jardim”, nas cores rosa, branco e lilás e uma cortina linda com bandô delicado, finalizou a decoração com muito charme! Consegui comprar o kit de berço do jeito que eu queria nas lojas Zêlo, encomendei algumas peças de uma artesã nestas feiras de gestantes e bebês e no fim, devo ter gastado cerca de R$ 3.000,00 entre pintura, decoração e móveis.

quarto de bebe jardim

Mais uma vez, me desculpem a qualidade da foto! É “foto da foto” de novo mas, acho que dá pra ver a “cerquinha” de MDF que eu mesma fiz e instalei, o kit de berço era de patchwork com flores, joaninhas e bichinhos de jardim e a almofadinha com borboleta eu encomendei na feirinha! <3

É super normal ficarmos preocupadas e ansiosas com os preparativos para a chegada do bebê, com a falta de experiência no assunto, muitas mamães ficam desesperadas sem saber se compraram o suficiente, se precisarão de algo mais, se está certo ou errado…

A verdade verdadeira é que, a única coisa que um bebê precisa ao nascer é de sua mãe, todo o resto não vai fazer nenhuma diferença para ele! Se você está montando o enxoval com o orçamento apertadinho, fica a dica:

  • Não se desespere com aquilo que é fútil (itens de decoração, brinquedos e etc), foca naquilo que você precisa mesmo: berço e banheira! Na pior das hipóteses, as roupinhas do bebê podem ser acomodadas junto com as suas!
  • Pesquise bastante! As diferenças de preços entre uma loja e outra podem ser bem grandes!
  • Divida seu orçamento pelo prazo da gravidez! Faça um cálculo de valor total que pretende gastar e divida este valor por mês, comece comprando as coisas mais importantes e deixe as “frescuras” em último!
  • Arrisque-se a fazer algumas coisas você mesma! É um jeito de economizar e de ocupar o tempo da espera pelo bebê! Se você não tem muito jeito para artesanato, procure aquela tia prendada, aquela prima que adora fazer arte, tenho certeza que elas vão adorar presentear o seu bebê!
  • O seu bebê vai nascer e o mundo não vai acabar! Você não precisa estar com a casa toda estocada como se houvesse uma guerra mundial acontecendo, mesmo depois do nascimento do bebê o papai, a vovó ou um amigo podem comprar aquilo que você precisar com urgência!
  • Se você não faz idéia de por onde começar o enxoval, olha a nossa lista super realista e econômica AQUI!

Fazer a decoração do quarto do seu filho não precisa de muita extravagância! Com muita criatividade e amor, qualquer cantinho vai ficar lindo demais!

Bjs ;)

Deixe seu comentário

Comentários

1 comentário via blog