Categorias Saúde

Cirurgia plástica pós-parto: tudo o que você sempre quis saber

cirurgia plastica 1

Imagem: weheartit

Você já pensou alguma vez em fazer uma cirurgia plástica para corrigir alguma coisa que a gravidez deixou de “herança” no seu corpo?

Eu confesso, já pensei sim! Eu ganhei peso além do necessário durante a gravidez, não cuidei da pele adequadamente e o resultado foi flacidez e muitas, muitas estrias!

A cirurgia plástica, além de todos os aspectos técnicos que envolve, tem também uma aura de “tabu”: algumas mulheres defendem que estes “grilos” a respeito do próprio corpo é fruto de marketing, outras morrem de medo das histórias de mulheres que morreram nestes procedimentos e sempre tem aquelas que conhecem milhões de histórias horríveis que aconteceram com a prima, do filho do tio, do irmão do amigo, da mãe.

Resolvi bater um papo sério com a Dra. Karina Gilio, médica cirurgiã formada pela Santa Casa de SP e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, para elucidar os principais medos e questionamentos das mamães que pensam em passar por um procedimento destes, olha só:

Após o parto muitas mulheres se vêem ás voltas com as mudanças do corpo trazidas pela gravidez . As partes do corpo que são alvo de maiores queixas são a barriga e os seios, quais as cirurgias plásticas que podem corrigir estas áreas? 

Para a região do abdômen a principal cirurgia é a abdominoplastia que trata tanto a flacidez de pele quanto a da musculatura. Já para os seios a mais comumente indicada no pós amamentação e a mastopexia com ou sem inclusão de próteses de silicone, pois trata a flacidez da região.

No caso da abdominoplastia, quanto tempo após o parto a mãe pode pensar em realizá-la e por que?

O ideal é que a mulher aguarde de 6 meses a 1 ano pós parto para realizar a cirurgia, isso porque neste período ainda ocorrem mudanças na pele e na musculatura que costumam retrair.

Quais os principais cuidados pós-cirúrgicos?

No pós cirúrgico a paciente deve repousar por no mínimo 20 dias e por 2 meses não pode erguer peso.

No caso da lipoaspiração, quanto tempo após o parto a mãe pode pensar em realizar este procedimento e por que?

No caso de lipoaspiração é importante que não se esteja amamentando, e por isso, no mínimo deve ter 6 meses pós parto.

Quais os principais cuidados pós-operatórios?

Na lipo deve haver repouso mínimo de 10 dias e tempo para realizar sessões de drenagem linfática pós operatória por 2 meses.

No caso das cirurgias para correção dos seios  (mastopexia e mamoplastias), depois de quanto tempo a mãe pode realizar estes procedimentos e por quê?

 Para as cirurgias mamárias a mãe deve estar há , no mínimo, 6 meses sem amamentar, para programar a cirurgia. Isso porque o seio apresenta grandes modificações neste período, com retração da pele e diminuição do volume.

Quais os principais cuidados pós-operatórios nestes casos?

No pós operatório deve permanecer sem erguer os braços, dirigir ou pegar peso por, no mínimo, 20 dias.

Muitas mulheres consideram a cirurgia plástica como um “ultimo recurso” ou o mais radical para corrigir estas imperfeições que tanto incomodam. Claro que, cada caso é um caso mas, a cirurgia plástica precisa ser encarada desta forma mesmo? Existem procedimentos menos “radicais” e satisfatórios para estas principais queixas? 

Para cada caso existe uma melhor indicação, mas existe a possibilidade de uma minilipo para correção abdominal, ou de uma cirurgia de inclusão de prótese para correção dos seios.

Já ouvimos muitas dúvidas e medos de mães aqui no blog com relação às cirurgias plásticas. Muitas são fruto de mitos e desinformação, quais são os riscos reais destes procedimentos? 

A cirurgia plástica é uma cirurgia como outra qualquer, e por isso engloba riscos, estes são minimizados por uma rotina rígida de exames pré operatórios para avaliar a saúde da paciente e sua real condição cirúrgica.

O que a paciente precisa observar para garantir a sua segurança antes de passar pelos procedimentos?

Inicialmente deve procurar um profissional especialista em cirurgia plástica reconhecido pela sociedade brasileira de cirurgia plástica, no site da sociedade pode ser buscada esta informação.Também deve sempre operar em hospital.E seguir os cuidados pre e pós operatórios orientados pelo médico.

Para aquelas que já fizeram algum procedimento antes de serem mães (por exemplo, abdominoplastia ou próteses de silicone) a gravidez é possível? Quais os cuidados necessários?

Nem a inclusão de prótese de silicone mamário, nem a abdominoplastia impedem uma gestação, entretanto, para abdominoplastia a chance de perda do resultado estético e grande.

O principal cuidado para evitar esta perda e a manutenção de um peso saudável na gravidez.

Considerando todos os cuidados pós-operatórios destes procedimentos e os cuidados que um bebê ou criança demandam de sua mãe, você consideraria uma idade ou fase da criança em que o pós-operatório da mãe possa ocorrer de forma mais tranquila? 

Essa questão é muito subjetiva, pois depende muito de cada dinâmica entre mãe e filho, e de como cada um se comporta, entretanto, como cirurgiã e mãe posso aconselhar que seja feita a partir de 3 anos de idade da criança, quando ela se torna mais independente e pode entender melhor as limitações da mãe no pós operatório.

Tenho pensado seriamente em recorrer a cirurgia plástica, já que todos os meus esforços com tratamentos cosméticos e estéticos não deram certo. O que tem me “travado” na decisão é justamente o pós cirúrgico, fico pensando em como seria cuidar dos dois filhos e me cuidar para que eu fique satisfeita com os resultados. Será???
E vocês, o que pensam sobre isso? Já fizeram? Não fariam? Conta pra gente!
Bjs ;)

Deixe seu comentário

Comentários