Categorias Passeios e Viagens

Como viajar com animais de estimação

Nós somos uma família “pé na estrada”, vocês já sabem, né? Mas, também somos uma família com pets, um gato e um cachorro e a verdade é que, na hora de escolher ter os animais de estimação, uma das coisas que me deixaram super preocupadas foi, justamente, como faríamos com as viagens?

O primeiro “entrave” da situação é ter certeza que o destino aceita receber o membro peludo da família e depois, tomar todas as providências para que a viagem seja legal para ele também pois, assim como cada um dos membros da família, os peludos também têm algumas necessidades especiais para viajar: acomodação correta, temperatura, paradinhas estratégicas…

É verdade, viajar com animais de estimação pode ser mais complicado do que viajar com o seu filho mas, ele também merece respeito neste momento e por isso, eu sempre penso o seguinte: vale a pena causar este estresse no meu bichinho?

No meu caso, a Fiona, nossa gatinha, detesta sair de casa, é uma choradeira sem fim para ir até o veterinário, 1x por mês! Então, quando viajamos, ela sempre fica e contratamos um cuidador de confiança que passa aqui em casa para alimentar, dar água, fazer companhia e limpar o “banheiro” dela.

Gatos costumam ser mais independentes que cachorros mas, a Fiona é super “carente”. Ela ama estar no meio da gente e fica bem chateada quando viajamos e deixamos ela “sozinha”, fica reclamando sem parar por quase meia hora assim que colocamos os pés em casa! :/

Já o Nick, nosso cocker spaniel, filho mais velho, adora sair e passear mas, os custos de hospedagem e transporte para ele sempre encareceram demais as viagens e por isso, eu conto com a ajuda dos meus sogros, que adoram ele e ele fica por lá, bem cuidado e com gente que ele ama!

Nem todo mundo pode contar com alguém para cuidar do seu bichinho em casos de viagens, nem todos os bichinhos são tão receptivos a pessoas novas em casa ou irem para outro lugar que não seja a casa deles sem seus donos e por isso, tenho muitas amigas que não abrem mão de viajar com seus pets e outras que, acabam por abrindo mão de passeios e viagens por causa dos pets.

Pensando nisso, conversei com os veterinários da clínica Vet Quality e consegui uma lista de dicas para cada tipo de viagem assim, você pode se organizar, levar o pet com você, não perder a viagem e curtir muito com toda a família reunida!

Itens básicos para viajar:

  • Coleira e guia
  • Ração em quantidade adequada para período da viagem
  • Potes para água e comida
  • Shampoo de costume e toalha
  • Cama, brinquedos
  • Medicamentos de uso contínuo e para emergências
 Cuidados de saúde:
  • O animal deve estar com vacinação e vermifugação atualizadas.
  • Viagens para litoral exigem prevenção contra Dirofilariose ou verme do coração.
  • Viagens para localidade rural exigem prevenção contra pulgas e carrapatos, além de cuidados com berne e picadas de insetos que podem ocasionar reações alérgicas.
  • Consulte  o Médico Veterinário para maiores informações.
 Cuidados de transporte:
  • A escolha do meio de transporte mais adequado vai depender da distância até o destino final. Viagens longas de carro causam maior estresse ao animal, dê preferência pelo transporte aéreo.
  • Antes da viagem, seja ela de carro ou avião, evite alimentar o animal para evitar enjôo.
 Pra quem vai viajar de carro:
  • O animal deve ser transportado no banco traseiro utilizando cinto de segurança especial para cães ou caixa de transporte adequada.
  • O ambiente dentro do automóvel deve estar fresco, o excesso de calor pode causar danos irreversíveis à saúde do animal.
  • Em caso de viagens longas, parar a cada 2 horas para oferecer água e passear com o animal.
 Pra quem vai viajar de avião:
  • Atentar-se as regras de cada companhia aérea quanto ao tipo e tamanho de caixa de transporte necessário, necessidade de sedação do animal, reserva da viagem, documentação necessária para embarque do animal, e lembrar que o número de animais por vôo é limitado.
  • Algumas companhias permitem a viagem do animal na cabine junto com seu dono ao invés de ir no bagageiro, informe-se com a companhia aérea.
 Documentação para viagens de carro ou aéreas:
Viagens Nacionais:
  • Certificado de vacinação antirrábica para animais com mais de 4 meses de idade contendo o nome do laboratório produtor da vacina, lote e validade da vacina. A vacina deve ser aplicada há mais de 30 dias e menos de 1 ano da data da viagem.
  • Atestado de saúde emitido por um médico veterinário, com informações sobre as condições de saúde e se o animal está apto para viajar. O atestado possui validade de 10 dias a partir data de emissão.
Viagens Internacionais:
  • Certificado Zoosanitário Internacional (CZI) emitido pelo Ministério da Agricultura, gratuitamente, nos aeroportos internacionais. Agendar com antecedência uma consulta para realização dos procedimentos necessários para emissão do documento. O prazo para emissão do mesmo pode passar de 30 dias úteis.
  • Atestado de saúde emitido por um médico veterinário, com informações sobre as condições de saúde e se o animal está apto para viajar. O atestado possui validade de 10 dias a partir data de emissão.
  • Carteira de vacinação atualizada.
  • Documento de comprovação da aplicação do microchip, contendo o número, data da aplicação e localização, devidamente firmada pelo técnico responsável.
  • Alguns países exigem exames e documentos específicos, além de realizarem quarentena na chegada do animal. É importante se informar antes de agendar a viagem.

Com organização e atenção a estes cuidados importantes, a viagem com a família completa vai ficar ainda mais incrível!

Como eu sei que encontrar destinos que aceitem animais, vou fazer um próximo post com uma lista de hotéis, em todo o Brasil, que aceitam pets, quem tiver dúvidas, sugestões, indicações, comenta aí, ok?

bjs ;)

Categorias Passeios e Viagens

Fazendo as malas!! Obaaaaa!!!

Ufa! A sexta-feira chegou, ainda bem! Com ela recebi a notícia de que nossas férias de Julho serão adiantadas para Junho, obaaaaa!!!
Vamos para São Paulo e Argentina, não vejo a hora de rever minha família e amigos, estou com uma saudaaaaade da terra da garôa….
Hoje comecei os preparativos para o frio que vamos pegar (oba!), como fazem 06 meses que eu e as crianças não vamos para São Paulo, quase não temos mais roupas de frio, porque aqui no Recife está sempre calor!!!
Fui dar uma procurada no shopping Recife e achei a coleção de inverno da PUC muito fofa e linda, tudo super colorido, o que já é marca registrada da PUC, e orginal! Sem contar que o atendimento das vendedoras é um plus ;)
Também andei dando uma fuçada em outros cantos da cidade e achei uns pijaminhas de algodão deliciosos na CAVERNA DO DINO, sabe aquele pijama fofo, gostoso e que faz o seu filho ficar mais fofo ainda? Então, lá tem! Ah, e também tem umas sandalinhas “inspiradas” em CROCS só que muito mais em conta ;P
Bom, também achei coisinhas lindas na Zara, Tyrol e Bibi, só que estas não estão com preços tão amyghos…
Estou pensando, como faz um tempo que não vou á SP, vou elaborar passeios e roteiros bacanas e, é lógico, compartilhar aqui, assim quem estiver pensando em passar uns dias na mégalópole louca poderá encontrar sugestões aqui! Sem contar que eu vou adorar fazer um roteiro bacana para kids na minha própria cidade!!!
Também vou preparar um de Buenos Aires, pode deixar que vou compartilhar sempreeeee, já comprei o ótimo livro da Fernanda Paraguassu Buenos Aires com crianças que é autora do blog homônimo, e pretendo seguir as dicas que ela deu!
Ai, não vejo a hora! Amo viajar! Quero matar as saudades de todos e aproveitar bastante estas férias “juninas”!!!
Se voce tiver dicas de roteiros para SP e Buenos Aires, comente aqui! Bom final de semana ;)

 

Categorias Passeios e Viagens

Viajando de avião – Mini guia

Para viajar de avião com crianças é preciso um pouco mais de paciência, já que voce não poderá fazer paradas na “estrada”para aliviar os ânimos e, como criança não gosta de ficar muito tempo parada, é preciso programar tudo!

A primeira coisa que eu faço é procurar voos no horário em que eles costumam estar dormindo, voos noturnos ou bem cedinho, mesmo assim, antes de sair de casa levo uma malinha de mão só deles que tem: brinquedinhos para distrair, revista para colorir, DVD player com tela para assistir filminhos (para viagens nacionais), fraldas, lencinhos, mamadeiras, sucos, bolachas, paninho de estimação.
Também me certifico de pegar voos diretos ou com o menor número de escalas e paradas possíveis.
Para viagens nacionais voce precisa estar com o seu RG e a certidão de nascimento das crianças, voce pode levar seu bebe de carrinho e quando estiver despachando as malas avisar que vai ficar com o carrinho até o embarque, o funcionário da companhia aérea vai colocar uma etiqueta no seu carrinho e assim voce não precisa ficar com o bebe no colo até o embarque, quando estiver na porta do avião voce avisa a um comissário que gostaria de receber o carrinho na porta do avião no desembarque, assim, quando voce chegar no seu destino, o carrinho já vai estar lá te esperando e voce pode pegar as malas da esteira sem ter que fazer malabarismos, se voce tiver um daqueles carrinhos de passeio que fecham tipo guarda-chuva ele pode viajar dentro da aeronave com voce, é só entregá-lo a um comissário na hora do embarque.

Saiba que voce tem preferencia de embarque e de assentos, procurar pelas primeiras fileiras é uma boa pois, o espaço para as pernas é maior e dá até pra deixar o filhote esticar as perninhas um pouquinho ali.

Se voce vai levar papinha e mamadeira, saiba que as aeromoças esquentam tudo pra voce, é só pedir, porém, para voos internacionais o limite máximo de líquidos que pode ser embarcado é pequeno, confirme com a companhia aérea.

Se voce vai comprar sua passagem pela internet, na hora de escolher os assentos, certifique-se de que há a opção de escolha de menus, peça pelo menu kids para as crianças, normalmente vem uma comidinha ou lanchinho que eles realmente se interessem (apesar de ultimamente, a comida de avião estar se tornando artigo de luxo! rs).

A Tam tem um serviço bem legal que se chama Comandante Kids, na hora do embarque voce informa o atendente do guiche que gostaria que seu filho participasse, momentos antes da decolagem, o comandante apresenta o seu filho como comandante kid e os comissários o chamam para mostrar a cabine, ajudar a distribuir o lanche e aquela fotinho que todo mundo quer com o quepe de comandante pode sair no final! ;)

Nã tenho certeza se este serviço está disponível para voos nacionais mas, em voos internacionais ele está! Pergunte! ;)

Para viagens internacionais o seu bebe vai precisar de um passaporte, para tirar passaporte de menor de idade é necessária a autorização de ambos os pais, estes passaportes têm validade curta mas, são necessários, certifique-se também sobre a necessidade de vistos de entrada para o país que voce está viajando, se voce for mas, o pai da criança não, voce também vai precisar de uma autorização do pai por escrito com assinatura reconhecida, antes de embarcar é necessário procurar o depto da Polícia Federal do aeroporto para que eles chequem a documentação.
Existe uma pequena burocracia mas, nada que atrapalhe o prazer de viajar em família!Então, faça as malas, respire fundo e boa viagem pra voce!

 

Categorias Passeios e Viagens

Dicas de organização para viagens com crianças!

imagem: weheartit

imagem: weheartit

Viajar é muito bom mas, quando se tem crianças pequenas, os cuidados precisam ser redobrados…

Se voce decidiu encarar uma viagem de carro, a primeira providência é levar o carro para um check up geral. Já imaginou o carro pifar no meio da estrada e acabar a mamadeira, os biscoitos…ahhhh!!!

É sempre importante lembrar que, criança sempre no banco de trás e na cadeirinha adequada ao seu tamanho! Depois, se voce vai para casa de parentes, se certifique de onde serão acomodados. Eu tenho um bercinho desmontável de viagem que era sempre meu companheiro, ele fecha igual a um guarda-chuva, ocupa pouco espaço quando aberto ou fechado e custa pouco, vale muito a pena investir num desses, existem modelos á partir de R$ 120,00.

Não esqueça de levar os lençóis, cobertores ou aquele ursinho inseparável de dormir se não, a hora de dormir vai virar um pesadelo pra casa inteira! Se voce vai se hospedar num hotel, preste atenção nas facilidades do quarto: cheque a disponibilidade e possibilidade de solicitar um berço, quartos com “mini cozinha” também podem facilitar para as mamadeiras da madrugada!

Lembre-se da sua farmacinha, ela deve conter o anti-térmico que voce normalmente usa, o anti cólicas e gases, um antisséptico, alguns band-aids e gazes, termômetro, descongestionante, o remédio de alergias (se seu filho precisa), repelente e protetor solar, eu também sempre costumo checar os hospitais e emergencias mais próximos, anoto num papel o telefone e endereço, caso haja necessidade.

Uma coisa muito importante para pensar é a questão da alimentação. Se você vai se hospedar em casa de parentes, é muito provável que por lá você não encontre a fórmula infantil do seu filho, os ingredientes da papinha, as frutinhas… Neste caso, eu sempre faço uma comprinha de mercado e peço licença para organizar e cozinhar a comida dos meus filhos.

No caso de me hospedar em hotéis, sempre opto por quartos que tenham pelo menos um microondas! Faço o mesmo esquema: corridinha ao supermercado para comprar a fórmula infantil de costume e no caso das papinhas, opto pelas prontas. Muitos hotéis oferecem a possibilidade de solicitar um menu baby: eles fazem a papinha fresquinha para você, dá uma olhada nesta possibilidade antes de fechar a sua reserva!

Para as malas é sempre bom levar aqueles brinquedos que ele adora, fraldas, lencinhos, shampoo e demais itens de higiene da sua rotina. Eu organizo a quantidade de roupas assim: para cada dia de viagem pelo menos 02 trocas de roupas sempre levando em conta as atividades do local visitado e o clima.

Durante a viagem também é legal levar uma lancheirinha com mamadeiras, sucos e petiscos, se o seu filho é como o meu que, sente náuseas em viagens de carro de longa distância, vale a pena consultar o pediatra sobre a possibilidade de uma medicação para evitar o mal estar. Programe paradas na estrada para que os pequenos possam esticar as perninhas, fazer xixi, respirar ar puro e assim a viagem não fica tão cansativa!

Também procuro levar revistinhas para colorir, brinquedinhos e cd de musiquinhas deles, aqueles travesseirinhos de suporte para o pescoço da criança são excelentes para a hora da soneca, uma mantinha também é bom, assim ele dorme tranquilo e não fica chorando no banco de trás!

Boa Viagem! :)