Categorias Cinema&Cultura

Como assistir Netflix sem internet

Desde novembro do ano passado, a Netflix liberou a opção de baixar conteúdo ou seja, agora dá pra assistir Netflix sem internet! \0/

netflix sem internet

Eu já sabia da informação mas, até o começo deste mês não havia percebido realmente como esta nova função pode ser salvadora para nós, pobres mães e pais! rsrsrs

Quem me acompanha também nas redes sociais (segue aí no Instagram @bagagemdemae) viu que no começo deste mês eu encarei uma super roadtrip com as crianças: fomos de SP para o RS de carro!

Claro que, antes de encarar esta aventura (logo mais tem vlog + post contando tudo) eu fiz uma checagem geral de tudo o que eu poderia precisar para as horas longas de viagem e como poderia tornar estas horas mais confortáveis, especialmente para as crianças!

Foi aí que eu me lembrei desta função MARAVILHOSA da Netflix! \0/

Na noite anterior a viagem, baixei mais de 20 conteúdos para o meu IPad e o resultado foi: durante a viagem, as crianças ficaram muito bem instaladas e confortáveis com seus lanchinhos e filminhos e o número de “mãe, já chegou?” diminuiu consideravelmente! Iuhuuuuu!!!

Se você ainda não usou esta função da Netflix, olha aqui um tutorial bem simples pra te ajudar:

1 – A função só está disponível para o aplicativo da Netflix ou seja, no computador, usando o navegador de internet, não há esta opção! Você consegue baixar para o celular tanto com Android ou IOS e para tablets. Depois de acessar a sua conta, entre no menu e encontre “Disponível para Download”

netflix sem internet

2 – Ao clicar nesta opção, vai abrir um catálogo de filmes e séries que estão disponíveis para baixar:

netflix sem internet

3 – Se você escolher baixar uma série, vai precisar entrar episódio por episódio para baixar. Basta clicar na série, e depois, clicar no símbolo para iniciar o download:

netflix sem internet

4 – Conforme você vai baixando, ele vai mostrando o progresso do download ao lado do episódio e numa barra azul no pé da tela. Você pode baixar vários episódios ou filmes de uma vez, tudo depende da sua velocidade de internet:

netflix sem internet

5 – Depois que você terminar de baixar, basta clicar na barra azul para abrir o conteúdo baixado ou, entrar em “Meus downloads”:

netflix sem internet

6 – Se você quiser baixar um filme, é mais simples ainda! Basta procurar em “disponível para download” ou digitar o nome do filme direto na busca e ver se ele tem o símbolo de download para baixar:

netflix sem internet

Os conteúdos baixados ficam disponíveis dentro da sua conta Netflix ou seja, ele não é baixado para o seu aparelho e assim, não ocupa seu espaço de memória!

Enquanto o conteúdo baixado estiver disponível no catálogo Netflix, ele fica disponível na sua aba de “meus downloads”, se você quiser apagar os conteúdos baixados, basta clicar em cima do título baixado, e escolher a opção apagar!

Para 12 horas de viagem, na ida e na volta (com parada de pernoite), foi uma senhora mão na roda! Eu baixei episódios de Bob Esponja, Tartarugas Ninjas, Projeto MC2, Steven Universe e filmes como Tainá, Paddington e Percy Jackson.

Super dica para facilitar a nossa vida nestes casos de viagens de carro ou avião e também, pra não ficar gastando o pacote de internet, né? #soudessas hihihi

Se tiverem mais dúvidas, manda aí que eu tento responder, tá?

Valeu Netflix, eu te amo!! hahahaha

Bjs! ;)

Categorias Cinema&Cultura

Como transformar sua TV em Smart: guia rápido para mães

Eu estou sempre dando dicas por aqui e pelas minhas redes sociais sobre filmes e séries para assistir na Netflix e, de vez em quando, aparecem perguntas de mães sobre como transformar a TV em smart.

Quer dizer, como assistir a Netflix na TV se a sua TV não é das mais modernas com acesso a internet?

Se você não quer comprar uma tv nova, você pode transformar a sua antiga em smart de 4 maneiras:

1 – Conectando o seu notebook na TV via cabo

2 – Usando a Apple TV

3 – Usando o Chromecast

4 – Usando o XBOX ou o PlayStation

Para que uma destas opções funcionem, a sua TV precisa ter uma saída HDMI, normalmente você encontra esta informação olhando atrás da TV. Todas as alternativas que eu citei acima, utilizam cabos de conexão HDMI, que é isso aqui:

 

saída hdmi

Saída HDMI

Além do HDMI, para todas estas opções você vai precisar de internet wifi, a velocidade da sua internet é que vai dizer se a qualidade da imagem será boa ou ruim!

Depois que você tiver certeza que a sua TV tem uma saída assim, é hora de escolher qual opção é melhor pra você e a sua família!

Vou explicar cada uma delas com valores de investimento e prós e contras, ok?

1 – Conectando o seu notebook

Aqui é a opção mais simples e fácil! Você só vai precisar comprar um cabo de saída HDMI que conecte o notebook na televisão. Depois disso, tudo o que você estiver vendo na tela do seu notebook, estará passando na tela da sua TV.

Isso vale para Netflix, YouTube, filmes rodando em DVD, etc. Os controles ficam no notebook ou seja, para dar pause, escolher legendas e tudo mais, você vai precisar usar o mouse ou teclado do computador.

Prós: investimento baixo! Você só precisa comprar um cabo!

Contra: controles no notebook, manter o notebook conectado na TV (precisa de um espaço pra isso), notebook sem possibilidade de uso para outras coisas durante a exibição na TV.

conectar notebook na tv

2 – Apple TV

A Apple TV é um aparelho que funciona como um centro de entretenimento. Ao conectar o aparelho na sua TV você terá a possibilidade de conectar na sua TV todos os outros aparelhos Apple que você tiver em casa (IPhone, IPad, IMacs, etc) e isso inclui ver as fotos e vídeos, espelhar instantaneamente o que você estiver vendo no celular, acessar a App Store e o ITunes…

A Apple TV também tem aplicativos próprios, como o aplicativo da Netflix, do YouTube e muitos outros. Também existe a possibilidade de alugar filmes diretamente no ITunes pelo mesmo preço que você pagaria no serviço da TV a cabo, a possibilidade de ouvir músicas em aplicativos como o Spotify e baixar jogos feitos para esta plataforma para as crianças brincarem, como joguinhos de Formula1, Rayman e muitos outros.

A Apple TV também tem um controle remoto super moderno que funciona com touch e conecta a sua tv deixando no mesmo lugar a função de ligar/desligar e aumentar/abaixar volume. O controle também tem a função Siri, que é o reconhecimento de voz fazendo com que você não precise digitar o nome de um filme, por exemplo, basta falar.

Prós: é um centro de entretenimento bem completo! O seu design pequenino não ocupa muito espaço para quem tem móveis sob medida para a tv. Ele tem um sistema inteligente de economia de energia e armazenamento de dados.

Contras: é um investimento mais caro! Você encontra as versões mais antigas a partir de R$ 380,00 e a mais nova (que tem o controle touch e reconhecimento de voz) a partir de R$ 1200,00.

apple tv

Foto: engadget.com.br

apple tv

Foto: techtudo.com.br

3 – Chromecast

É a opção do Google para transformar as antigas TVs em TVs smart! O aparelho pequenininho que parece um pen drive também é conectado na TV via saída HDMI porém, todas as função estarão no seu celular ou tablet.

Para usar o Chromecast você precisa baixar o aplicativo e então espelhar as funções na TV, parece trabalhoso mas é bem simples na realidade!

No aplicativo do Chromecast você também encontra a Netflix, o YouTube, o Spotify e muitos outros criados exclusivamente para esta plataforma.

Prós: é uma opção barata! Você encontra o Chromecast com preços a partir de R$ 170,00

Contra: você precisa baixar o aplicativo no seu celular e controlar tudo por lá, o que pode monopolizar o celular!

chromecast

Foto: Google divulgação

chromecast

Foto: Google divulgação

4 – XBOX One ou PlayStation

Se na sua casa vocês também adoram jogar videogame, saiba que os consoles mais modernos como XBOX e PlayStation também podem transformar a sua TV em smart.

Conectados via HDMI cada um deles possui aplicativos e interfaces diferenciadas sendo que para o XBOX, você também conta com entrada USB (pendrive e HD externo) e nos dois, a possibilidade de usá-los para rodar filmes em DVD BluRay.

Ou seja, se o seu filho está pedindo um videogame faz tempo e você nunca viu muito motivo para comprar um “troço” tão caro ou, se você gosta de jogar, pode ser uma boa idéia de investimento em entretenimento para a família!

Prós: além dos aplicativos, Netflix, YouTube, acesso ás redes sociais e ao Internet Explorer, possibilidade imensa de jogos tanto gratuitos como online e em cds, também pode funcionar como seu leitor de filmes DVD BluRay inclusive conectado ao seu home theater.

Contras: é um investimento mais caro! O XBOX One sai a partir de R$ 1.200,00 e o PlayStation 4 a partir de R$ 1.500,00. Além disso, você vai precisar usar os controles do videogame para acessar os menus dos aplicativos e o da TV para controles de ligar/desligar e aumentar/abaixar volume. Ou seja, você vai precisar de 2 controles.

Console do PlayStation4

xbox one console

Console do XBOX

Aqui em casa nós temos a Apple TV na TV da sala e o XBOX na TV que fica na brinquedoteca. Como lá é onde as crianças brincam, jogam videogame e assistem seus filminhos, achei melhor deixar o XBOX lá e na sala, fico com a Apple TV que é onde eu assisto as minhas séries da Netflix, faço minhas sessões de Yoga, espelho conteúdos do celular…

É sempre bom lembrar que o investimento necessário para transformar a sua TV em smart não diz respeito somente a comprar o equipamento (ou cabo). Para acessar o conteúdo da Netflix (por exemplo) você precisa ser assinante do serviço (que começa em R$ 29,90 por mês e tem o seu primeiro mês gratuito) ou, comprar os filmes disponíveis nos catálogos do ITunes ou Google Play.

Conteúdo gratuito mesmo você só vai encontrar usando o YouTube ou, se alguma das plataformas estiver oferecendo degustações ou experiências gratuitas!

Eu não cogitei comprar uma tv nova nem pra sala e nem pra brinquedoteca porque #soudessas que pensa que se o que eu tenho ainda funciona, pra quê gastar dinheiro comprando outra? Mas se a sua tv já está “capenguinha” as TVs smart não estão mais tão caras como estavam há uns 5 anos atrás e algumas destas ferramentas (como a Apple TV ou os videogames, por exemplo) estão saindo no mesmo preço de uma TV nova!

Então, na hora de escolher o que é melhor para a sua família, pense no conforto de vocês e também na economia! Se tiverem mais dúvidas sobre os aparelhos, pode mandar que eu respondo, tá?

#ficadica

Bjs! ;)

tv smart

Categorias Cinema&Cultura, Vida de Mãe

Dicas para fotografar melhor com o celular

Ano passado eu fiz um cursinho para aprender o básico de fotografia, tenho ficado bem feliz com os resultados de minhas novos fotos e daí, resolvi compartilhar com vocês algumas dicas para fotografar melhor com o celular!

Eu sempre amei fotografia, mas nunca fui muito “boa” nisso! Sempre achei que era preciso muito estudo, muito equipamento e muita dedicação para conseguir alguns cliques bacanudos!

Claro que, eu continuo super amadora e estou longe de ser uma profissional! Sou apenas uma mãe maluca por registrar todos os momentinhos dos meus filhos e as coisas que vejo por aí.

E descobri que com um bom celular, é possível tirar fotos bonitas sim! Eu uso um IPhone 6 e a primeira coisa que aprendi foi a configurar as opções da câmera para me ajudar a tirar melhores fotos!

Se você também usa um IPhone, faça este ajuste simples aqui:

ajuste camera iphone

1 – Vá em Ajustes – Fotos e Câmera

ajuste camera iphone

2 – Ative a opção Grade.

Esta opção vai fazer a sua tela da câmera aparecer assim:

ajustes iphone

Estes quadrados que você vê na tela agora, vão te ajudar a posicionar melhor os elementos a serem fotografados. Eles são chamados de Regra dos Terços.

Muito resumidamente, a Regra dos Terços existe para te ajudar na composição fotográfica. Ela consiste basicamente em dividir a sua cena em 9 quadrados e te ajudar a posicionar o foco principal da foto sempre nas intersecções das linhas:

regra dos terços

regra dos terços

O ponto de destaque da imagem vai estar sempre começando e terminando dentro das intersecções e nunca solto no meio de um quadrado. Esta regra foi criada com base em muitos estudos que comprovam que é esteticamente mais confortável aos olhos visualizar a imagem assim.

Ou seja, se você tiver os elementos bem posicionados dentro da cena fotografada, conseguirá prender a atenção de quem olha. Olha este exemplo de foto:

regra dos terços

O foco principal nesta foto, ou a emoção que eu queria que ela transmitisse, era o fato de estarmos lendo juntos. Eu e o Pedro estamos nos pontos de intersecção e é o que você vê primeiro na imagem, a Cacá e toda a livraria complementam o cenário.

Claro que, não é porque você tem esta “regra” que não pode fotografar fora destes benditos encontros de linhas. Você também pode focalizar os elementos dentro das linhas e assim, passar outras emoções com a imagem:

regra dos terços

Aqui, o Pedro e a Cacá estão centralizados na última linha porque a minha intenção com a foto era destacar a imensidão do mar e do céu mediante aos 2 pequeninos e por isso, o mar e o horizonte estão nas linhas superiores e dentro das intersecções.

Depois que você se entender com o enquadramento da sua cena, saiba que o seu celular permite ajustar o foco. Ou seja, você pode enquadrar e melhorar o foco de luz em cima daquilo que você quer destacado na cena.

Para acionar o foco, basta que você toque com o dedo na tela onde deseja que ele seja melhorado. Vai aparecer um quadrado amarelo assim:

ajustes camera iphone

Tá vendo este solzinho ao lado do quadrado? É ali que você ajusta a luz no seu foco, continue segurando no quadrado e deslize o dedo para cima e para baixo para ajustar.

Além de ajustar a luz, ao travar o foco segurando com o dedo por alguns segundos nele, você consegue aquelas fotos em que o fundo fica embaçado, sabe?

dicas para fotografar com o celular

Aqui, eu travei o foco em uma gota de chuva na janela e tirei a foto. A água ficou em primeiro plano e o fundo todo desfocado!

Outros recursos do IPhone permitem que você selecione se deseja tirar a foto no tamanho quadrado (ideal para Instagram e redes sociais), foto normal (mais horizontal), panorama (você segura de um ponto, desliza o celular e tem uma imagem como de uma grande angular), vídeo (para fazer vídeos), Time Lapse (que faz o efeito de filme acelerado) e câmera lenta (que desacelera).

Eu sempre uso a câmera no quadrado porque, a maioria das fotos acabam indo para o Instagram ou Facebook e este formato é o melhor para estas redes. Já deixo ele configurado pra não correr o risco de bater uma foto corrida e sofrer porque não estava no tamanho certo!

As outras configurações da câmera que são interessantes de conhecer são:

HDR

Se você deixar ele selecionado, ele tirará uma sequência de fotos daquela imagem que você escolheu e selecionará a quem tem melhor luz, exposição, contraste…

ajustes camera iphone

Para seleciona-lo basta tocar nele na tela e depois tocar em “com”, “sem”, ou “auto”(automático). O mesmo vale para a função flash que, como você já deve saber, é este símbolo de raio lá em cima. Você toca nele e depois escolhe se vai com, sem ou se deixa no automático!

Timer

O IPhone tem um recurso bem bacana de timer que permite que você ajuste e tire fotos de você mesma ou programe para o ambiente.

ajuste camera iphone

Para usar este recurso, você vai tocar no ícone do relógio e depois escolher se quer 3, 5 ou 10 segundos. Depois de selecionar o tempo, basta apertar no botão de disparo da câmera, a contagem regressiva aparece na tela e nos últimos 3 segundos há um bipe para avisar que vai bater!

ajustes camera iphone

Esta é uma foto que foi tirada com a câmera frontal no timer!

Filtros

A câmera do IPhone também oferece alguns filtros que você pode selecionar antes de bater a foto!

ajustes camera iphone

Basta tocar nas 3 bolinhas no cantinho á direita e a paleta de filtros se abre. Você seleciona qual delas deseja usar e pronto, o filtro já está na câmera!

Eu gosto de usar este recurso para fazer fotos em preto e branco direto, sem passar por aplicativos, sabe?

ajustes camera iphone

Esta foto foi tirada com o filtro Noir!

Depois de aprender pra que serve cada uma das coisas da câmera, é hora de sair montando as suas composições fotográficas. E se tem uma coisa, ou melhor duas coisas, que eu aprendi que são essenciais para uma boa foto são: luz e enquadramento!

Nada nunca vai substituir a luz natural então, tenha paciência e procure por ambientes onde a luz do sol esteja boa, bonita, aberta ou de acordo com o que você precisa para a foto.

dicas para fotografar com celular

Esta foto foi tirada com a luz natural da manhã, em cima da cama!

dicas para fotografar com celular

Aqui, nós nos sentamos ao lado da porta de vidro da sacada, ajustamos o celular no timer e o colocamos no chão, depois nos posicionamos para aparecer na tela!

Depois que você aprende sobre a Regra dos Terços, fica mais fácil “visualizar” as fotos que você quer fazer quando você olha para os cenários/situações/pessoas. Mas como eu disse lá em cima, nem sempre a imagem vai ficar exatamente enquadrada dentro das intersecções e um jeito bacana de fugir disso é usar a simetria!

Composições com simetria fazem com que a imagem ganhe perspectivas diferentes e daí, você pode usar tudo: linhas de trem, estradas, linhas na parede, no teto, janelas, portas, quadrados…

dicas para fotografar com celular

Um clássico da simetria é usar o chamado “ponto de fuga”, quando as linhas paralelas parecem se encontrar no horizonte dando a sensação de profundidade.

dicas para fotografar com o celular

Observe que nas 2 fotos nós estamos exatamente no meio da foto, o que não seria legal se o cenário não tivesse esta simetria!

dicas para fotografar com celular

dicas para fotografar com o celular

Mais 2 exemplos de simetria: na primeira foto, a linha da madeira faz o seu olhar ir direto na Cacá, que já está em evidência porque está dentro dos pontos de intersecção mas, também te direciona para o que está atrás dela. Na segunda foto, as linhas do piso e da piscina te levam direto ao Pedro, que está centralizado na foto.

Outro recurso legal é usar o cenário como moldura da foto, isto faz com que quem vê a foto concentre sua atenção no foco principal que você deseja destacar:

dicas para fotografar com o celular

Aqui o Pedro está emoldurado pela própria varanda, não tem como você olhar para a foto e se perder em qualquer outro ponto dela.

dicas para fotografar com o celular

Aqui, as pedras e as árvores fazem a moldura da foto e o rio dá a simetria guiando o olhar de quem vê a foto para “descobrir” o que é que está lá no horizonte dela.

Legal, né?

 

Quem gosta de zapear no Instagram com certeza já viu estas técnicas por lá, e outra bem popular é a do minimalismo:

dicas para fotografar com celular

Se você imaginar os quadrados da regra dos terços, vai ver que a Cacá ainda está posicionada neles e além disso, não há nada que atraia o olhar além dela (e não tô dizendo isso porque ela é simplesmente uma princesa, mesmo! hahaha). O truque aqui é fazer com que a imagem tenha o mínimo de interferência assim, os olhos passeiam por toda a foto e a única coisa que encontram é o elemento principal da imagem!

Certeza que você já viu fotos de blogueiras de moda num paredão, produtos dispostos em um fundo simples branco…

Aliás, por falar em fotos para o Instagram, uma coisa que facilita muito a ter imagens mais simples e bonitas é sempre visualizar  a sua composição em formato “flat”, ou seja, quadrado e achatado, com limites bem definidos.

Dá pra brincar bastante com este tamanho dependendo do ângulo que você usar e isto é outra coisa que eu aprendi: abuse dos ângulos e pontos de vista! Abaixe, suba, entorte, mova a câmera, não tenha medo nem preguiça!

dicas para fotografar com celular

dicas para fotografar com o celular

A mesma foto, 2 ângulos diferentes! Na primeira, eu tirei a foto de cima abaixando apenas a mão, sem me abaixar. Na segunda, eu me sentei no chão e posicionei o celular no chão também!

As fotos nunca saem maravilhosas de primeira, eu tiro muitas, testo vários ângulos e posições, espero, tento interferir o mínimo possível na cena (para casos de fotos com as crianças) e uso sempre recursos de edição.

Seja para coisas simples, como cortar um pedaço que eu não gostei ou ajustar o ângulo que ficou torto, ou para outras coisas como clarear, destacar cores, desfocar o que não quero que apareça…

Atualmente meus 3 apps prediletos são:

Snapseed

É o meu predileto para corrigir luz, sombras, cores, contrastes…

aplicativos para foto

Facetune

Ele é ótimo para desfocar partes que você não quer que apareça na foto, destacar cores ou objetos na imagem e corrigir “falhas” como olhos vermelhos, pele, olheiras e afins…

aplicativos para fotos

PicLab

É o aplicativo para colocar texto e imagens mais “clean” nas fotos!

aplicativos para fotos

Picsart

É o mais completo de todos! Você pode fazer ajustes de luz, cores, corte, incluir texto, imagens, desenhar em cima da foto, usar efeitos diferentes… Foi com ele que fiz as fotos com marcações deste post!

aplicativo picsart

Nesta foto eu usei um efeito que se chama bokeh lá no Picsart! E aqui um exemplo de fotos onde eu usei todos os aplicativos e técnicas:

dicas para fotografar com celular

A escada me ajudou com a simetria da foto, centralizei o Pedro e a Cacá na linha central da Regra dos Terços onde a luz era melhor! Usei o Snapseed para clarear ainda mais e destacar as cores da grama em volta, o Facetune borrou o nome da escola no uniforme, na foto postada no Instagram ainda tem um texto e desenho que foram feitos no PicLab!

dicas para fotografar

E se você também gosta de ver aqueles feeds bem bonitos e harmoniosos no Insta, saiba que o truque é manter sempre os mesmos ajustes de luz ou filtro. Você pode começar assim: tire uma foto que você gosta, ajuste tudo do jeitinho que você amou e anote estes ajustes depois, tente usar sempre os mesmos ajustes em todas as fotos.

Por exemplo, se você prefere ser mais prática e usar os filtros do próprio Instagram lembre-se de usar sempre o mesmo. As fotos não vão ficar sempre iguais, claro, mas vão sempre ter a mesma tonalidade, pontos de luz, etc.

Quem ajusta manualmente pode ficar perdidinha com os termos então, aqui vão os principais e para que servem:

Brilho – Clarear

Exposição – aumenta ou diminui a luz na foto

Contraste – aumenta as sombras e define melhor os elementos

Saturação – diminui ou aumenta a vivacidade das cores

Temperatura – deixa os tons mais frios ou mais quentes

Como eu disse lá no começo, eu sou apenas uma mãe fotógrafa amadora de filhos e tudo isso que tô compartilhando aqui é fruto de experiências, estudo e pesquisa então, por favor, fiquem a vontade para me corrigir, dar mais dicas ou compartilhar comigo outras dúvidas!

O post ficou gigante e ainda nem cabe aqui tudo o que eu gostaria de falar sobre fotografia, estou amando cada dia mais este universo e conforme eu for descobrindo mais coisas, volto aqui pra contar pra vocês!

Enquanto isso, vocês podem me acompanhar lá no Instagram né? Já estão seguindo? É o @bagagemdemae vão lá!

Bjs! ;)

Categorias Cinema&Cultura

Aplicativos para organizar viagens

Fiz um post outro dia sobre idéias para incluir as crianças na organização de viagens e me pediram para contar quais os aplicativos que eu uso para organizar as nossas viagens!

viagens com crianças bagagem de mãe

Aqui, missão dada é missão cumprida! Então, estes são os meus apps prediletos na hora de organizar viagens em família:

1- Kayak

Pra mim ele é o mais completo! Por lá é possível cotar hotéis, passagens aéreas e aluguel de carros mas, o mais bacana e que eu adoro é a possibilidade de usar o app como um planejador de viagens pessoal!

Você consegue colocar lá todas as cotações que já fez de hotéis, passagens, acompanhar preços, planejar pagamentos, roteiros, lugares que deseja visitar…

Disponível para IOS e Android

kayak viagens

2 – Skyscanner

Ideal para pesquisar passagens aéreas de todas as companhias! Você pode procurar por melhores meses, dias mais baratos, acompanhar preços, pedira para ser avisado quando a passagem que você quer estiver em oferta…

Disponível para IOS e Android

skyscanner

3 – Booking.com

Sempre dou uma olhadinha no Booking para checar as melhores ofertas de reservas de hotéis!

booking.com

4 – TripAdvisor

Eu nunca fecho nenhum hotel sem antes dar uma conferida nas opiniões de quem já foi lá no TripAdvisor! O que eu mais gosto é que, são pessoas reais e comuns postando suas opiniões e fotos atuais dos hotéis. Os viajantes também costumam deixar dicas bacanas sobre melhores quartos, refeições e afins!

Ah, eu sou uma das juradas no quesito “escolha dos viajantes” lá do TripAdvisor e tem muuuuita contribuição da nossa família por lá! hehehe

tripadvisor

5 – Triposo

Depois que você escolheu pra onde quer ir, que tal ter um guia do destino? Este app é exatamente isso, você pode baixar milhares de guias de cidades pelo mundo todo!

triposo

6 – mTrip

E se você é como eu que ama planejar bem planejadinho tudo o que você e sua família vão fazer e curtir na viagem, vai adorar este app!

Lá é possível organizar o seu roteiro com os pontos de interesse, horários, marcar check ins e muito mais!

mtrip

7 – AroundMe 

Se você precisar de alguma coisa que não estava no roteiro, o AroundMe te mostra tudo o que há ao redor do local que você estiver: postos de gasolina, farmácias, bares, restaurantes, shoppings, hospitais, atrações…

aroundme app

8 – Waze

Nós usamos muito o Waze para se locomover nos destinos que visitamos! Apesar de ouvirmos falar de muitas notícias tristes de turistas que acabaram se perdendo ou entrando em locais perigosos usando este aplicativo, ainda acho que ele é o melhor para traçar rotas e obter informações sobre o trajeto!

waze

9 – Airbnb

Pra quem quer pagar menos e ter menos compromisso com café da manhã e horários, alugar uma casa, apartamento ou quarto diretamente de pessoas locais pode ser uma boa idéia!

Além disso, você tem a possibilidade de viver como as pessoas do local vivem, indo até o supermercado, cozinhando, etc. Também é uma boa para famílias grandes já que, fica mais em conta e você tem toda a estrutura necessária para acomodar bebês e crianças!

O processo de locação é bem seguro e eu só tive ótimas experiências até agora!

airbnb

Além dos apps, também sempre dou uma pesquisada em sites e blogs de confiança que falam sobre viagens e destinos. Os meus prediletos são:

Quanto Custa Viajar?

O site te dá uma idéia de quanto você precisará juntar de dinheiro para realizar aquela viagem que você anda sonhando! Você escolhe qual o seu perfil de viajante (mochileiro, família, econômico, esbanjador…) e daí, recebe uma média de custos em hotéis, atrações, restaurantes, transporte…

Viaje na Viagem

Eu adoro o Riq Freire e acho ele o mais certeiro blogueiro de viagem que eu já li! As opiniões e descrições de destinos estão separadas por áreas do planeta e temas, sempre muito sinceras e atualizadas!

A Janela Laranja

Pra quem viaja com filhos, este é um dos meus prediletos blogs de viagens em família! O Marcio dá dicas de roteiros e passeios com crianças sempre com aquele olhar atencioso, crítico e sincero de quem procura o melhor para os filhos!

Viajando com Pimpolhos

A Sut Mie foi a primeira blogueira de viagem que eu conheci, acho que ela nem sabe mas, foi por causa dela que eu tomei coragem de ir para todo lugar com os meus pequenos! Lá no blog dela você encontra roteiros de praticamente o mundo todo que provam que sim, onde nascem crianças, crianças podem ir!

Zarpo

Neste site (que também é compatível com celular) você consegue algumas ofertas e promoções de diárias e pacotes nos melhores hotéis e resorts do Brasil e do mundo. Sempre vale a pena dar uma olhadinha por lá! ;)

Eu amo, amo, amo viajar e acho que se a gente planejar direitinho, dá sim pra curtir muito este mundão com a família toda! Afinal, viajar é um investimento que nunca será desvalorizado e nunca poderá lhe ser roubado!!

#ficadica e bora pra estrada! hehehe

Bjs! ;)

Categorias Cinema&Cultura

Netflix para mães: tudo o que você sempre quis saber

netflix

Quem me acompanha pelas redes sociais e por aqui, já sabe que eu sou doida por filmes, séries, desenhos e tudo o que é relacionado a cinema, né?

Estou sempre compartilhando em todas as minhas redes sociais, tudo o que estamos assistindo e curtindo, são vários os posts aqui no blog com seleções de filmes, séries, desenhos, documentários, adaptações, livros, peças de teatro e tudo mais que estiver relacionado a cinema. Ou seja, cinema é meu vício, hobby e prazer!

Claro que, sendo assim, tão doida por cinema, vocês podem imaginar que o que não falta aqui em casa são meios de consumir conteúdo de cinema. Sim, temos TV a cabo, temos TV aberta, temos muuuuuuitos DVDs e é claro, temos Netflix!

Desde que a Netflix chegou ao nosso país, eu corri para fazer a minha assinatura e descobrir qualéqueé desta gringa. De lá pra cá, meu amor por ela só aumentou, ainda mais depois de me tornar mãe!

A Netflix é aquela parceira em que eu posso confiar os meus filhos sem medo! Todo o conteúdo que eles consomem por lá pode ser personalizado, filtrado e supervisionado por mim e o melhor de tudo, não tem comercial!!

Por tudo isso, mais o fator economia (já que a Netflix é muuuuito mais barata do que a TV a cabo convencional) eu sempre indiquei, elogiei, curti e compartilhei a Netflix por aí. Então, quando no ano passado, a Netflix me convidou para fazer parte do StreamTeam Brasil, eu super topei!

O StreamTeam é formado por um grupo de influenciadores digitais, aqui no Brasil composto por mães e pais, que possuem acesso exclusivo e em primeira mão a conteúdos, premiéres, eventos e informações da plataforma.

SAO PAULO, SP, BRASIL, 2016-03-30: Evento de apresentação do Stream Team da Netflix. (Foto: Henrique Manreza)

Este ano, nossa parceria foi renovada por mais 1 ano e, no dia do evento de comemoração, ao postar nas redes sociais que eu estava por lá, choveram perguntas e mais perguntas sobre seriados, novas temporadas, configurações, controle dos pais e mais um monte de coisas então, decidi aproveitar para tirar com o pessoal da Netflix todas estas dúvidas, e compartilhar com vocês.

A primeira coisa que mais me perguntam sobre a Netflix é: vale a pena ter Netflix? Você cancelaria a TV a cabo pela Netflix? Para responder esta pergunta, eu preciso separar em aspectos e propósitos! #soudessas hehehe

Financeiramente, é indiscutível que a Netflix vale muuuuito a pena! Além de custar metade do que um pacote simples e qualquer de TV a cabo, ser muito mais descomplicada de assinar, pagar e começar a usar, ela ainda é completamente “portátil”, ou seja, você pode assistir onde estiver no tablet, celular, computador e é claro, na TV.

Falando sobre conteúdo, o catálogo de filmes da Netflix é simplesmente imeeeeenso e pra quem curte séries, tem as principais das antigas, as mais novas e ainda, as originais que estão a cada ano melhores. Além disso, em se tratando de séries originais, a Netflix entrega sempre as temporadas completas e de forma global, sem precisar ficar esperando 1 semana para cada episódio. Yes! \0/

Para as crianças, eu considero a Netflix simplesmente a melhor opção de entretenimento audio visual. Na Netflix você pode programar, personalizar e supervisionar exatamente tudo o que as crianças assistem por lá e o melhor, sem comerciais que tentam vender mil coisas para eles ou, simplesmente mostram conteúdos inadequados para as crianças!

netflix kids

Interface kids, super amigavel para os pequenos que não sabem ler!

Se você acabou de assinar a Netflix e ainda não sabe muito bem como funciona a personalização para as crianças, olha este passo a passo simples para te dar mais segurança sobre o conteúdo:

1 – Crie um perfil para a criança

netflix kids

2 – Personalize este perfil indicando o que esta criança pode assistir, qual idioma, etc…

netflix kids

Até aqui, você já configurou para que a criança assista apenas aquilo que você indicou como adequado a ela, no idioma dela, sem necessidade de ajustar áudio e legendas mas, se você quer ser ainda mais criteriosa e colocar mais travas de segurança, você também pode!

3 – Inclua PIN de segurança para conteúdos, saiba o que eles assistiram, desconecte a distância!

 

painel netflix

painel netflix

controle dos pais netflix

Não tem como ser mais seguro do que isso, e se tiver, pode apostar que a Netflix vai descobrir e colocar em funcionamento na plataforma porque, se tem uma coisa que eles se preocupam muito, é oferecerem qualidade e segurança para as famílias! Adoro!

Daí, tem gente que diz “ah, mas os filmes lá são super desatualizados, as séries demoram muito para aparecer lá, tem série que nem volta…” bom, como boa consumidora de cinema que sou, claro que isso também me incomoda um pouco e por isso, perguntei diretamente para o time da Netflix que é responsável por estas questões.

Eles me explicaram que, infelizmente, os filmes e seriados que não são originais Netflix têm contratos de exibição individuais e cada um de um jeito quer dizer, aquele filme que acabou de sair do cinema pode ter um contrato de X anos com a emissora de TV Y e por isso, só depois deste prazo é que a Netflix poderá comprar os direitos de exibição do filme. Ou seja, contra isso, não há muito o que se possa fazer mas, as séries e filmes originais são sempre atualizados de forma global e ao mesmo tempo para todos os assinantes.

E pra quem já é assinante, este ano já tivemos e teremos novas temporadas de séries amadas e muitas novas séries e filmes originais! Olha o cronograma do primeiro semestre:

Já temos: novas temporadas de Demolidor, House of Cards, Better call Saul, Unbreakable Kimmy Schmidt;

Em maio: Marseille, Chefs Table, Bloodline e o segundo filme de Adam Sandler original Netflix, “Zerando a Vida”;

Em junho: nova temporada de Orange is the new black

Em julho: nova temporada de Marco Polo.

Além destes, teremos muitas novidades em séries para adultos, como The Crown, uma série que conta a história da rainha Elisabeth da Inglaterra e a infantil Beat Bugs, inspirada em canções dos Beatles que promete ser fofa deeeemais!

Se eu cancelaria a minha TV a cabo para ficar só com a Netflix? Neste momento, não! Porque eu sou mesmo muito viciada em seriados e 2 dos meus prediletos são produções originais de outros canais (Fox e HBO) e por isso, preciso ter o serviço para assisti-los.

Mas atualmente, a TV de casa só é ligada para assistir a estes seriados específicos, telejornais locais e um ou outro filme que chegou primeiro na TV a cabo. As crianças não assistem quase nada na TV já que, também temos o serviço de streaming da nossa TV a cabo no tablet e eles veem os seriadinhos prediletos na hora em que querem, onde estiverem.

Pra mim, o futuro do consumo de cinema e entretenimento audio visual vai ser este mesmo, cinema/televisão sob demanda, pra você assistir o que, quando e onde estiver sem depender da boa vontade da programação, dos horários e principalmente, sem ser bombardeado por publicidade.

Então, se você anda na dúvida se vale a pena ou não, o que é que tem de tão “diferente” assim e por que todo mundo indica tanto para as crianças, eu espero ter respondido algumas dúvidas e se ainda ficaram outras por aí, comenta aqui que eu respondo!

Obrigada a Netflix Brasil pelo convite, pelo carinho com a minha família e por esta parceria linda, adoro! ;)

#StreamTeam #PartiuNetflix

Categorias Cinema&Cultura

Videogame: será que já é hora?

videogame

imagem: shutterstock

 

Eu fui destas crianças que cresceu jogando videogame, fiquei fascinada quando joguei no primeiro Atari, “assoprei” muito cartucho de Master Sistem III e Mega Drive, passei horas (talvez dias ou semanas) “presa” em fases difíceis de Sonic e Mario Bros e, quando fui morar sozinha, claro que no meu apartamento tinha um PlayStation I e depois o II.

Apesar de ter crescido em contato com o videogame, ele nunca foi uma coisa viciante, nunca me privou de fazer outras atividades com os amigos ou a família, ele sempre foi, apenas, mais uma opção de entretenimento dentro de casa, tudo sob controle.

Quando conheci meu marido (ainda namorado) claro que os videogames faziam parte da infância dele também e assim, quando fomos morar juntos e depois, nos casamos, tínhamos um console de PlayStation II aqui que era uma diversão para dias frios e às vezes, rolava até uns “campeonatos” de alguns jogos com vários amigos reunidos, ou seja, o videogame nunca foi o tipo de coisa que nós, como pais, proibiríamos os nossos filhos.

Daí, quando o Pedro nasceu, nosso PlayStation ficou “encostado” em um canto, não havia tempo para brincar com ele quando se tinha um bebê e tantas novidades para dar conta, o videogame aqui de casa só era usado quando nosso afilhado vinha dormir por aqui e com o tempo, os jogos foram ficando ultrapassados, o console ficou ultrapassado e no fim, ninguém mais nem sabia por onde andava o bendito. Nós havíamos, enfim, nos tornado “adultos”! hehehe

Quando o Pedro tinha quase 12 meses, ele teve seus primeiros contatos esporádicos com jogos eletrônicos e aplicativos, via IPad. Aqui em casa, não se jogava mais videogame de console mas, sempre fomos apaixonados por tecnologia e por isso, foi muito natural pra gente aderir aos tablets e smartphones com aplicativos, jogos e tudo mais.

O Pedro já nasceu em um mundo (e uma casa) completamente tecnológico e eu sempre achei isso muito natural e é claro, sempre me preocupei com a quantidade de estímulo, contato e tipo de contato que ele tinha com este mundo eletrônico.

Quando a Catarina nasceu, tudo do mesmo jeitinho: eu controlava o que e por quanto tempo e ambos sempre puderam assistir filminhos no IPad, jogar joguinhos no meu celular e toda esta tecnologia sempre foi minha aliada na educação das crianças.

Um dia, o Pedro conheceu o videogame de console na casa do primo mais velho e daí, ficou fascinado por aquele tipo de brincadeira que tinha um controle específico.

Eu e o marido nos lembramos do antigo PlayStation aqui de casa e fomos procurá-lo, pra apresentar ao Pedro mas, descobri que ele ainda não estava preparado para os joguinhos. Primeiro porque, ele era muito novo mesmo (cerca de 3 anos e meio) e depois, porque os joguinhos que tínhamos aqui em casa não eram indicados para a idade dele.

Como ele continuava a pedir, de tempos em tempos, o bendito videogame “de controle” eu comecei a pensar quando seria a hora certa de permitir que o meu filho tivesse este tipo de brinquedo e mais, será que faria mal? Por quanto tempo eu poderia deixá-lo brincar com isso? Qual o melhor videogame para crianças?

Na minha infância, o videogame era sim uma constante, praticamente todos os meus amigos tinham e eu também mas, precisamos concordar que, o desafio para nós, pais e mães do século 21 é muito maior do que foi para os nossos pais.

Vivemos um mundo em que se fala sobre “gameficação” de praticamente tudo logo, descobrir como equilibrar isto de forma saudável na vida dos nossos filhos é sim uma preocupação muito importante, pelo menos para mim.

Com tudo isso na cabeça, resolvi ir pesquisar e consultar especialistas para entender quais seriam os reais perigos dos jogos eletrônicos para as crianças e descobri que, ao contrário do que eu já havia ouvido falar, os jogos de videogame, em “pequenas dosagens”, fazem sim muito bem às crianças. Eles podem ajudar a  desenvolver habilidades de estratégia, agilidade, raciocínio e mais uma porção de outras coisas.

Porém, como tudo na vida, o segredo está no equilíbrio das experiências que você pretende proporcionar ao seu filho. De uma forma bem resumida, eis o que eu descobri:

– Psicólogos, pediatras e neurologistas concordam que, o ideal é que a criança tenha seu primeiro contato com um videogame à partir dos 4 anos de idade. Antes disso, elas não tem maturidade para lidar com os hardwares (a parte física da coisa: controles, CDs, console, fios…) e nem com as dificuldades dos jogos e imagens apresentadas.

– O ideal é que as crianças não excedam 1 hora de jogos por dia, os pais precisam estar atentos para que as crianças não deixem de cumprir outras tarefas como, lição de casa, trabalhos escolares ou, que façam tudo sem prestar atenção ao que fazem apenas para correr para o videogame, ou seja, supervisão sempre!

– Outra coisa muito importante é que os pais comprem jogos adequados à faixa etária da criança, jogos violentos ou de terror devem ser evitados para não causar pavores nem ansiedade.

Depois de analisar todos os prós e contras, decidi que sim, eu daria um videogame para o meu filho porém,  somente quando ele tivesse a idade adequada e ainda assim, as brincadeiras seriam sempre controladas e supervisionadas. Além disso, resolvi esperar que a Catarina também tivesse idade suficiente para brincar disso antes de trazer o videogame de volta para minha casa.

Pra mim, não fazia o menor sentido comprar “briga” com a mais nova presenteando o mais velho com algo que só ele poderia brincar. Como a diferença de idade deles é bem pouca (apenas 2 anos), esperei o Pedro completar 7 anos e a Cacá 5 anos para, finalmente, o Papai Noel atender este pedido!

Na hora de escolher o tipo de console que ele traria pra cá, levei em consideração preços, modelos e jogabilidade. Optei por investir em um tipo de console que atendesse a família toda, já que, eu e o papai também adoramos estes joguinhos e o brinquedo acabaria se tornando de toda a família mesmo.

Descobri que o Nintendo Wii é o console que oferece mais opções de jogos educativos e infantis, a maioria deles têm uma interface bem simplificada, é bastante intuitivo e por isso, facilita para as crianças. Como eu e o papai também somos “jogadores”, descartamos este console pois, não gostamos muito das opções de jogos adultos.

Acabamos optando pelo Xbox 360 que, além de ter uma vasta gama de jogos com os mais variados temas, o console também permite acessar a internet e mantermos a conta, por exemplo, da NetFlix, acessar conteúdo do YouTube e da Internet sem precisar conectar e desconectar outras funções da TV, foi o eleito!

Com o console escolhido, era hora de encontrar jogos para as crianças! Minha primeira preocupação foi compreender a classificação etária e ter certeza de que ela era segura. Desde 2001 o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificações (DEJUS) do Brasil, é o responsável por analisar e classificar os jogos de videogames que chegam por aqui, a tabela funciona assim:

jogos xbox 360

Esta indicação precisa estar impressa na capa do joguinho e mesmo para a compra online, a imagem precisa estar disponível ou, constar na descrição técnica do produto. Fique atenta!

Além de olhar a classificação etária, preferi deixar os joguinhos violentos e de lutas bem longe das crianças e encontrei 5 joguinhos bem bacanas, que são simples de jogar, têm excelentes gráficos e toda a família se diverte:

1 – Lego Marvel Super Heroes

Classificação: Livre

Meninos e meninas fãs de super-heróis vão amar encontrar todo o universo Marvel em um único lugar! O ambiente de jogo é todo construído de Lego, os heróis e vilões são de Legos e os desafios são basicamente pequenos saltos e habilidades específicas de cada super herói, construir coisas com pecinhas espalhadas pelo cenário e usar a fantasia de herói correta para cada dificuldade.

lego marvel superheroes

2 – Disney Castle of Ilusion

Classificação: Livre

Quem jogou Mega Drive na infância, vai adorar rever este clássico remodelado com gráficos muito mais bonitos e os mesmo desafios de Mickey para salvar Minnie de uma bruxá má. Seguindo o padrão Disney, muita magia, nada de violência e de grandes dificuldades.

disney castle of ilusion

3 – Rayman Legends

Classificação: Livre

O Rayman e seus amigos viajam por mundos incríveis como: uma floresta cheia de plantas esquisitas e perigosas, o lixo de um restaurante, o mundo do “Dia de Los Muertos” e muitos outros incríveis. Tudo super colorido, divertido e simples. Os cenários lembram os desafios do amado Sonic!

rayman legends

4 – Disney Infinity

Classificação: Livre

O mais legal deste jogo é que, ele vem com bonequinhos de verdade que, quando conectados ao console, passam a fazer parte do jogo. Imagine ter a sua boneca Elsa “vivendo virtualmente” na sua TV? Com os jardins de Arendelle e todo o gelo? Ou ser o Capitão Jack Sparrow e viver aventuras de pirata? Depois, você desconecta o boneco e vai soltar a imaginação com ele pela casa!

disney infinity

5 – Kinect Sports Gems

Classificação: Livre

Para quem quer incluir maiores movimentos na brincadeira, o Kinect (que é um acessório vendido separadamente) oferece opções de jogos que precisam que o jogador posicione-se em frente a TV e realize movimentos como, lançar uma bola de basquete, chutar para o gol ou rebater uma bola de tênis.

jogo2

Quando o Pedro abriu o presente do Papai Noel e viu que finalmente tinha ganhado o videogame com tantos joguinhos legais eu percebi outra coisa, precisava já deixar claro pra ele as “regras” de utilização do novo brinquedo. Aqui em casa funciona assim:

– Videogame só aos finais de semana e apenas 2h por dia. Durante as férias eu deixei 2x por semana por 1h cada, talvez esteja muito rígido mas, observando ele e a irmã jogarem, achei melhor assim já que, eles ficam bem ansiosos e frustrados quando não atingem os objetivos das fases dos jogos.

– Apesar de ter sido ele a ganhar o presente do Papai Noel, toda a família pode brincar, inclusive (e principalmente) a irmã dele!

Até agora, minhas “regras” têm funcionado, ele aceita que só pode brincar aos finais de semana e mesmo quando fica bravo porque o tempo acabou, a frustração dura apenas alguns minutos e ele já vai brincar de outra coisa.

Eu não sei se estou completamente certa, se as minhas “regras” são as melhores para crianças mas, na minha família, tem funcionado muito bem assim e, eu acredito de verdade que a tecnologia é nossa aliada e não inimiga!

Se usada com segurança, equilíbrio, supervisão e principalmente, se você se envolver com a brincadeira, não há o que temer! Os jogos de videogame podem ser uma “desculpa” para reunir-se com os antigos e novos amigos, com os primos, afilhados e garantir boas risadas e dias para ficar na memória!

E vocês, o que acham dos jogos de videogames para crianças, a favor ou contra?

Bjs ;)

PS: Eu e o papai também estamos usufruindo muito deste presente do Papai Noel, como nossos jogos são mais violentos e com cenas não adequadas, deixamos sempre para jogar a noite, quando as crianças estão dormindo! #ficadica hehehe

Fontes consultadas:

Revista Veja, edição 2095, 14/01/09, “Tecnologia na idade certa”

 xbox.com/gameratings

Categorias Cinema&Cultura

Instax Mini 8: Amor vintage

instax mini

Amor ao primeiro click!

Desde criança eu sempre fui louca para ter uma Polaróide, a máquina fotográfica de fotos instantâneas era uma coisa muito incrível para crianças dos anos 80/90. Imagina bater uma foto e já poder ter ela na mão no mesmo minuto? Incrível!

Naquela época, uma Polaroide era um presente que os meus pais não poderiam me dar e assim, este desejo ficou aqui escondidinho num canto qualquer e eu fui esquecendo dele até que, em maio do ano passado (meu aniversário) eu descobri a Instax Mini!

A Instax Mini é uma máquina fotográfica manual instântanea, ela é como uma “polaróide moderninha” com design fofo, cores pastéis super lindas e preço acessível. Fiquei doida pra ter uma mas, fui me enrolando com tantas outras coisa que deixei passar até que, em dezembro, eu recebi aqui em casa um pacote de presente de natal da Brandili.

Claro que a gente fica mega feliz quando os nossos filhos são presenteados, mas aqui em casa, só chega presentes para eles e nunca para a MÃE então, quando eu abri a caixa e vi que, além de presentes para eles também tinha um especial pra mim e era uma Instax Mini, eu simplesmente morri de amor e pulei (literalmente) de alegria!

Além da máquina, ganhei 2 pacotes de filmes para começar a tirar muitas fotos na mesma hora e por coincidência, estávamos indo viajar então, pude usar, abusar e testar muitas coisas com a Instax <3

A Instax é uma máquina super simples de operar,  é um botão ao lado da lente para ligar, e para desligar, basta empurrar a lente para dentro de volta. A máquina tem alguns ajustes de flash e ele sempre dispara, sempre! Independente de você estar dentro ou fora de casa. Você pode ajustar na posição automática e deixar que a máquina selecione o nível de luz ou, ajustar você mesma para “inside” (ambiente interno), “claro” (ambiente externo) ou “nublado” (externo sem sol).

O filme da máquina é diferente daqueles tradicionais enroladinhos, é uma caixinha com 10 fotos, você abre a embalagem externa e encaixa a caixinha dentro da máquina seguindo as instruções, fecha o compartimento e daí, é aquela velha regra das fotos manuais: não pode abrir para não queimar!

filme instax mini

A caixinha de fotos da Instax Mini. Basta encaixar dentro do compartimento como indicado na própria máquina ou na caixinha do filme.

O botão seletor da máquina indica quantas “poses” você tem disponível, o primeiro disparo solta uma capa plástica do filme e depois, os próximos disparos serão de fotos! Uhuu!!

Foi muito esquisito ter que colocar o olho no visor e enquadrar manualmente a imagem, ajustar o foco e etc. eu precisei de umas 3 tentativas até “meu cérebro” entender e desacostumar a procurar a imagem em alguma “tela” que não existe na Instax.

O melhor de tudo, foi ver as crianças encantadas com a nova máquina! Pedro e Cacá são nascidos em época de máquina digital, eles nem fazem idéia (a não ser pela coleção de máquinas antigas que temos aqui em casa) do que é uma máquina manual que precisa de filme, revelação e etc.

Ensinei a eles como usar e, para meu espanto, tão rápido como aprendem a usar uma tela touch screen eles já aprenderam a manejar a Instax e estavam até me ensinando, pode isso?? rsrsrs

instax mini

Nós tiramos muitas fotos durante a viagem, em todos os ambientes e paisagens possíveis daí, aprendi algumas coisas que podem ser bem úteis para quem está começando a usar a Instax ou, para quem está pensando em comprar uma:

1 – Selfie

Fazer selfie com a Instax não é tão simples como com o celular ou a máquina fotográfica digital. Além de você ter uma área limitada de zoom, se você errar e cortar a cabeça de alguém, não pode simplesmente deletar a foto, terá perdido uma foto e isto pode causar certo prejuízo, já que o filme para a Instax é bem carinho! :(

instax mini

2 – Fotos externas

No manual da máquina, do filme e de acordo com os ajustes de flash você pode imaginar que, tirar fotos externas é tão simples quanto tirar fotos internas mas, não é! Quando você bate uma foto com a Instax a foto sobe imediatamente, mas a imagem demora alguns segundos para aparecer e só depois de alguns minutos é que fica nítido.

Se você estiver em ambiente externo, corre o risco da claridade “queimar” a foto e daí, você perde algumas imagens! As primeiras fotos externas que fiz, não protegi a foto na saída da máquina e nem durante o tempo de revelação, o resultado foram fotos queimadas!

Depois, fiz o teste protegendo a foto na saída da máquina e deixando para revelar em ambiente interno e a imagem apareceu melhor, não tão legal quanto as feitas em ambiente interno mas, deu certo!

instax mini

3 – Fotos internas

Assim que você tira a foto e o papel começa a sair da máquina, não coloque o dedo na parte branca, na área da foto mesmo, porque vai manchar!

Segure pela beirada e dê algumas sacudidas nela para a foto ir aparecendo, quanto mais tempo você deixar ela guardadinha na sombra, mais nítida e brilhante fica a fotografia.

instax mini

Assim que voltei de viagem (ainda mais apaixonada pela Instax) fui pesquisar sobre capinhas (ou case) e descobri um “universo paralelo” de coisas para doidos por Instax. Olha o que eu achei de mais bacana:

Cases/Capinhas

cases instax mini

Tem muita variedade de capinhas para a Instax, eu amei esta primeira de couro, simples que dá para carregar a máquina e não precisa tirar dela para fotografar. No alto, à direita, uma bolsinha super vintage para carregar a máquina mais celular e coisas pessoais, achei uma graça! Pra quem prefere uma coisa mais simples e “profissional” uma case básica de nylon e do lado, uma “skin” incolor para proteger de riscos e quedas, boa para quem vai deixar as crianças “brincarem” também! ;) Achei todas no site www.bananafoto.com.br

Porta- retratos

porta retratos instax mini

O tamanho específico das fotinhos instantâneas exige porta retratos especiais! O primeiro no alto, à esquerda, tem formato de “instagram” e dá para colocar até 3 fotos protegidas em uma capa plástica que pode ser puxada, embaixo dele, este porta retratos que dá pra montar um quebra-cabeças ou mosaico com varias imagens e do lado, modelo em espiral que cabem 5 fotinhos! Achei todos no site www.imaginarium.com.br

Livros 

instax mini

Pra quem (como eu) ama montar os livros de fotos, adorei estes dois pequenos com espaços na medida para as fotos instantâneas e me apaixonei por este mural feito com fotinhos em capas plásticas! Achei tudo no site www.bananafoto.com.br

Frescurinhas

instax mini

Claro que não podia faltar uma “frescurinha”, né? hihihi No alto, à esquerda, adesivos para colar nas bordas das fotos e fazer um tipo de “moldura” com várias cores e estampas; no alto à direita, se a cor que você escolheu para sua máquina não é fofura suficiente, você pode customizar com estes “skins” adesivos de várias cores e estampas; abaixo à esquerda, adesivos para decorar as fotos e do lado, filmes especiais que já vêm decorados com personagens como a Hello Kitty ou os Twin Star, mais anos 80 impossível, mais fofo impossível! <3 Achei os adesivos no site www.bananafoto.com.br e os filmes decorados no aliexpress.com

Além de ser muito legal tirar as fotografias instantâneas e montar os albuns, scrapbooks e afins, as fotinhos também podem ser uma opção de lembrancinha para festinhas de aniversário, casamentos, chá de bebê, visita na maternidade…

Você pode pedir para a pessoa se fotografar, tirar uma foto com o aniversariante, com os noivos, ou com o bebê e depois, você faz a dedicatória, acrescenta uns enfeites ou, quem sabe, um porta retratos personalizado e a pessoa já sai levando uma lembrança que ela fez parte! Simples, fofo e carinhoso!

instax mini

Idéia fofa de lembrancinha de casamento: os noivos pedem que você encontre o seu nome no varal de convidados e substitua por uma foto que você tirou da festa! Adorei! Imagem: pinterest

A única coisa “chata” da brincadeira com a Instax é que, aqui no Brasil o filme é bem caro! Encontrei em média por R$ 50,00 o pacote com 20 poses em grandes sites de varejo como, WalMart, Submarino, Americanas, Ponto Frio e etc. Também achei algumas promos especiais em que, mais pacotes de filmes saíam por cerca de R$ 45,00, mas neste caso você precisa desembolsar quase R$ 200,00 pelo pacote completo! :(

De toda forma, aqui em casa a Instax Mini foi sem dúvida um dos melhores presentes de Natal que eu ganhei nos últimos tempos, e o mais legal de tudo é que toda a família pode brincar junto!

Tô apaixonada pelo meu “brinquedo” novo e acho uma ótima para esta época de férias, vamos registrar todos os passeios, bagunças e dias lindos de verão!

E vocês já conheciam? Têm umas dicas para me dar?

Bjs ;)

Categorias Cinema&Cultura

PlayKids de Natal!

Aqui em casa, somos fãs do PlayKids! O aplicativo de entretenimento infantil mais legal dos últimos tempos!

Pra quem ainda não conhece, lá no PlayKids você encontra episódios dos desenhos mais amados das crianças (como Dora, Diego, Bob Esponja e muitos outros), joguinhos educativos, música, atividades para aprender a desenhar…

Este aplicativo super completo tem layout simples de navegar e é muito intuitivo, além de ser super seguro para os pais que podem controlar o conteúdo e ficarem tranquilos que os filhos não vão comprar nada “sem querer” hehehehe #quemnunca 

Para assistir aos episódios e brincar nos joguinhos, você não precisa estar conectada na internet, um dos motivos pelos quais eu adoooro este aplicativo! Para este Natal, o Lupi (mascote fofo) preparou uma surpresa especial! Assista ao video para ver a Cacá contando e aproveitando:

#ficadica para estas ferias!

Aproveitem muito!

Bjs ;)

PS: Para baixar o aplicativo basta procurar na Apple Store ou Google Store por “PlayKids”, para baixar o aplicativo você não paga nada!

artigo patrocinado

Categorias Cinema&Cultura

Os melhores apps para editar fotos

Em tempos de redes sociais o que as mães (e avós, tios, tias, todo mundo) mais faz é: fotografar e compartilhar! Compartilhar é a palavra de ordem destes últimos anos, né?

Eu resisti muito ao uso do Instagram, até que entrei e… me apaixonei! Atualmente é a minha rede social predileta: fácil, prática, permite compartilhar seus momentos em tempo real e até mesmo, trocar experiências, tirar dúvidas, fazer desabafos…

Uma das coisas mais legais do Instagram é compartilhar fotos fofinhas, com filtros bacanas, texto, fazer mosaicos e colagens, colocar figurinhas… Eu adoro brincar de editor de fotos por lá e por isso, baixei um monteee de apps para o meu celular! hehehe

Vou compartilhar com vocês os meus prediletos, todos eles são para IPhone (que é o meu tipo de aparelho) e gratuitos! Eu não tenho certeza se estão disponíveis também para Android, se alguém souber, avisa aí! ;)

Super completo

O PicsArt e o meu app do coração! Ele é o mais completo de todos com opções como: cortar, redimensionar, colocar filtro, desenhar, molduras, adesivos, texto, foto sobre foto, rotacionar, enfim, uma infinidade de funções! Pra mamães blogueiras, eu também uso para editar imagens aqui pro blog, faço no celular e envio para o computador! #ficadica ;)

app de fotos

No PicsArt há opções de mosaicos, filtros, adesivos, molduras, máscaras e muito mais!

Imagem e texto

Ás vezes você quer apenas fazer um texto legal numa foto que você achou linda, eu uso muito o PicArt, ele é mais limitado que o PicsArt, não tem a mesma quantidade de recursos de edição mas, é melhor em fontes para textos. Adoro!

app de fotos

O PicArt é a melhor opção para quem quer escrever nas fotos! Também tem opções de adesivos, molduras, máscaras e filtros!

Colagens

Se você gosta de montar mosaicos de fotos, vai adorar o Photo Collages! Uma infinidade de tipos de mosaicos para muitas fotos, mas ele só faz isso, sem recursos adicionais.

app de foto

No Photo Collages muitas opções de mosaicos!

Se você queria fazer um mosaico que misturasse video e foto, o Video Collage faz isso, ainda dá a opção de editar filtros e fundos!

app de video

Para criar colagens de fotos e videos, use o Video Collage!

E se você só queria fazer aquelas fotinhos que indicam onde você esteve, a temperatura, a data do ano, uma descrição breve da foto, o Hi Collage faz umas tags que eu adoro para fotos de viagens, restaurantes e etc.

app de fotos

O Hi Collage é ideal para criar tags de passeios, viagens e momentos!

Pequenos detalhes

Se você só queria adicionar uma moldura ou fundo bacana, pode usar o Pic Lab, super fácil de usar tem recursos de ajuste e modelos de background bem bonitinhos.

app de fotos

No Pic Lab, molduras coloridas!

Pra quem quer fazer o “street style”, o Fantasy FX tem a opção de “grafitar” as suas fotos!

app de fotos

Street Art nas suas fotos com o Fantasy Fx!

Filtros e brilho

Se você sempre acha lindas aquelas fotos com um filtro bacana, que remete a nostalgia e tem toques de luz que podem ser corações, estrelas e etc. vai amar o Real Bokeh, um toque de delicadeza e magia nas fotos! Eu amo!

app de fotos

No Real Bokeh você coloca magia nas suas fotos!

Se além de brilho você quer movimento, o Smile Box tem uma infinidade de modelos e momentos para decorar as suas fotos com gifs animados!

app de fotos

Fotos com gifs animados para todos os momentos da vida no SmileBox

Adesivos e fofuras

Pra quem ama colocar adesivos e fofurices nas fotos, o Line Camera é bem completinho e tem muitas opções de decorações. Elas vão mudando conforme a época do ano então, você pode encontrar adesivos de páscoa, de natal, de dia dos namorados, de inverno… A maioria das coleções é gratuita e você pode ir baixando, as opções pagas são ainda mais legais e incluem coleções como Hello Kitty, Beatles e etc.

app de fotos

Pra quem adora decorar as fotos com adesivos e molduras, o Line Camera é ideal!

Repostar

Você adorou uma foto da sua amiga e queria repostar? Nada de precisar tirar a foto do celular, usando o Photorepost voce faz isso automaticamente e ainda garante que a amiga fique com os devidos créditos da imagem, copiar não é legal, né? ;)

app de fotos

Dê os devidos créditos com o Photorepost!

Na medida

Daí você tirou uma foto linda mas, na hora de postar no Instagram a foto não cabe, o corte não fica legal ou, tira o melhor pedaço da foto? Use o Instasize, ele redimensiona a imagem do tamanho certinho para o Instagram e ainda compartilha automaticamente!

app de fotos

Não perca nada da foto com o Instasize!

Selfie

Para quem adora fazer selfie, o Cam Me é um app que me impressionou! Você posiciona o celular a no máximo 15 metros de você, se posiciona na frente dele e, com o movimento das mãos, ele dispara a foto! Incrível!

app de fotos

Selfie de corpo inteiro com o Cam Me!

Estes são os meus prediletos, uso muito e estou sempre por lá, no Instagram, já segue a gente? Corre lá no @bagagemdemae e me conta quais apps você mais adora!

Bjs ;)

Categorias Cinema&Cultura

Os melhores apps para mães

Num outro post, eu fiz uma listinha  dos apps que são sucesso com as crianças aqui em casa, lembram?

Hoje a lista é para as mães, sim porque, apesar dos nossos celulares e tablets estarem atolados de aplicativos, fotos e joguinhos para as crianças, eles são nossos (mantrando para não esquecer! hehee)!
Os aplicativos escolhidos são os que eu uso e adoro e também, alguns indicados por amigas para as fases de gestação, amamentação e outras coisas de mãe, confere aí!
Para quem quer engravidar

O aplicativo calculadora de ovulação é para as futuras mamães que estão naquela fase de “tentantes’. Ele ajuda a programar os dias fértéis, dá pra fazer anotações diretamente nas datas e depois, controlar os dias para ver se deu certo ou não! hehehe

Aplicativo grátis, na APP Store procure por: calendário de ovulação
Para as gravidinhas
Depois de passar pela fase de tentante, com o resultado positivo nas mãos, o app Hello! Baby vai acompanhar toda a gestação com lembretes e informações sobre o desenvolvimento do bebê dentro da barriga da mamãe. Também é possível fazer anotações de consultas médicas, exames, resultados, medicamentos e etc.
Aplicativo grátis, na APP Store procure por: Hello! Baby
O aplicativo Alô Mamãe, desenvolvido pelas queridas do blog Mundo Ovo, acompanha a gestação enviando recadinhos bem humorados do bebê, de dentro da barriga da mamãe! Super fofo e divertido!
Aplicativo grátis, no APP Store procure por: Alô mamãe
Para mães de primeira viagem
Eu simplesmente sou fã deste aplicativo Aleitamento, aqui as mães encontram dicas sobre amamentação, calendário de vacinas, cronometro de mamadas, guia de pega correta, cólicas e outras coisas, um tira dúvidas, endereços de bancos de leite materno e dá para fazer um diário da amamentação. Super completinho e super aprovado!
Aplicativo grátis, na APP Store procure por: amamentação
O Bebe Conecta é excelente para controlar a rotina do bebê, funciona como uma agenda onde você pode anotar o dia a dia do seu filho, marcar a agenda de vacinas, consultas, medicamentos, acompanhar o crescimento e desenvolvimento do bebê e etc.
O bacana deste aplicativo é que você pode compartilhar os dados com o papai, o pediatra, a babá, a escolinha… Gosto muito!
Aplicativo pago, na App store procure por: Bebe conecta
O Cry Translator promete auxiliar os pais a identificarem o motivo do choro do bebê. Eu nunca usei, algumas amigas disseram que serve mais de apoio para os motivos que os pais já tem certeza, vale a pena testar!
Aplicativo gratuito, na App Store procure por: Cry Translator
Para mães
O Grow with me é um aplicativo derivado do famoso livro “O que esperar quando você está esperando?”, aqui você pode fazer um diário do bebê desde o nascimento, receber notificações de cada fase da vida do seu filho, mas o mais legal, é o acompanhamento fotográfico, já que a gente tira foto de todos os momentos deles mesmo, aqui você organiza os albúns por ano e depois, decide se compartilha nas redes sociais, se faz um albúm físico e etc. Gosto muito!
Aplicativo grátis, na App Store procure por: Grow with me
Este aqui é excelente, o Family Organizer ajuda a organizar a rotina diária da família, as atividades das crianças, compromissos escolares e sociais, aniversários, compras e muito mais! Pode ser compartilhado entre todos, com espaço para anotações e recados. Adoro!
Aplicativo grátis, na App Store procure por: Family Organizer
O Boa lista te ajuda a identificar se o preço que você está pagando é justo ou não! Você pode checar centenas de produtos em milhares de estabelecimentos, comparar preços online, opiniões de consumidores, testes de qualidade e classificação de estabelecimentos. Gosto muito de pedir uma ajudinha pra ele quando tô em dúvida se uma compra vale a pena ou não!
Aplicativo grátis, na App Store procure por: Boa Lista
E vocês, têm aplicativos que adoram? Aumenta a lista aí!
bjos! ;)