Categorias Vida de Mãe

Beyblade: guia para mães

Se você também tem filhos na casa dos 8 aos 13 anos, talvez já tenha ouvido falar por aí do Beyblade.

E se você ouviu mas não entendeu nada, calma! Vem comigo que eu vou te contar tudo sobre este brinquedo que já virou mania das crianças!

A primeira coisa que você precisa saber sobre o Beyblade é que ele é nada mais, nada menos que um pião. Sim! Um pião!

Brinca-se exatamente como se brincava antigamente só que agora, os piões são mais “moderninhos”, com lançadores de maior potência do que as antigas cordinhas e design intercambiável que os tornam mais “fortes”.

Mas vamos voltar às origens…

Os Beyblades foram inspirados nos tradicionais piões japoneses chamados de Bei-Goma:

Lá no Japão, assim como no Brasil, as crianças brincavam com seus piões feitos de restos de metais como: porcas, arruelas, parafusos e usavam um barbante para fazê-los rodar. Ao invés de montarem uma “arena” no chão – como faziam as crianças brasileiras, eles travavam suas “batalhas” em arenas montadas sob bacias ou tinas de água cobertas por lona.

A empresa japonesa Tomy, lançou em 1999 esta versão mais moderninha dos piões que já eram um dos brinquedos mais amados dos japonesinhos e de lá pra cá, o brinquedo entrou para o portifólio da Hasbro e foi ganhando muitas versões e gerações. Atualmente, a versão dos nossos filhos é a 4ª geração e se chama Beyblade Burst.

Esta geração de piões moderninhos tem 4 tipos: piões de ataque, de resistência, de defesa e de equilíbrio e destes são cerca de 20 modelos. Uma das “graças” da brincadeira, é a possibilidade de desmontar os seus piões inteiros e trocar peças deixando-os personalizados e melhorando seu desempenho na arena!

Sobre a arena, a brincadeira é bem simples: os “guerreiros” se desafiam em uma arena que pode ser o chão, uma bacia ou a arena oficial da marca. Há 3 maneiras de vencer o seu oponente: lançamento para fora da arena (quando um pião consegue jogar o outro para fora), vitória por sobrevivência (aquele pião que se mantiver girando por mais tempo é o vencedor) e a vitória por eclosão (quando um pião consegue bater no outro e fazê-lo desmontar).

Eu sinceramente, acho a brincadeira bem saudável! Estimula as crianças a praticarem, a competirem de forma saudável, a criar novos piões e é um tipo de atividade que exige que as crianças se movimentem e se reúnam em grupos.

Além disso, ao contrário de outros brinquedinhos “da moda” o Beyblade não tem preços abusivos! Você encontra o kit de pião mais lançador a partir de R$ 40,00 e a arena oficial a partir de R$ 60,00

E se o seu filho está (assim como o meu) muito apaixonado pelo mundo dos Beyblades, saiba que além dos piões físicos há uma série de desenho onde as crianças podem acompanhar a saga de Valt Aoi e seus amigos que estão em busca de se tornarem os melhores “bladers” do mundo, competindo em batalhas e arenas.

Na versão desenho, os piões de cada personagem são amigos de seus donos (parecido com Pokemon, sabe?) e assim se desenrolam as tramas. Eu, particularmente, acho o desenho bem ruim! Não consegui gostar dele não, mas é inofensivo e está disponível na Netflix.

 

 

Valt Aoi, seus amigos e seus piões

Também existe a versão de batalhas Beyblade em forma de aplicativo. Disponível para Android e IOS, o app Beyblade Burst permite que a criança escolha o seu personagem e dispute batalhas. A cada batalha ganha ele pode incrementar o seu pião e continuar disputando.

Se você quer saber mais sobre o Beyblade, a Hasbro mantém um site bem bacana com todas as informações sobre a origem do brinquedo, personagens, como funciona e um tira-dúvidas para pais. Para conhecer o site oficial, clica AQUI.

Aqui em casa, o Pedro tem somente 1 pião e brinca muito com seu grupinho de amiguinhos que se reúnem aqui no quintal de casa para “batalhar”. Estou esperando reaparecem as arenas que estão em falta no mercado para ver se consigo salvar o meu piso, porque tá dureza ser o QG oficial dos “bladers” do condomínio. hehehe

E por aí? Já conheciam os Beyblades? Tem algum outro brinquedo que virou mania? Me conta tudo!

Bjs! ;)

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Comentários