Categorias Vida de Mãe

Criando casquinha…

Que ter filhos é estar em constante aprendizado, ao mesmo tempo em que se tenta ensinar alguma coisa, eu já sabia! Mas agora, estamos numa fase em que, além de me equilibrar entre ser aluna e professora, também preciso aprender a criar casquinha…

Vou explicar…

Sabe quando o seu bebê tá chorando, você não sabe mais o que fazer e de repente, a vó, o pai ou a vizinha pegam no colo e ele para e começa a sorrir e isto te dá uma dor no fundo do coração? De ciúmes mesmo, de se sentir preterida ou de ter medo de não ser o suficiente?

Então…

Quando o bebê “dá dessas”, ele não faz por querer e normalmente, ele para de chorar porque a pessoa que o pegou para consolar é “novidade” e ele levará algum tempo para testá-la e confiar nela ao passo de que com você, ele sabe que pode chorar muuuuuito porque você o ama incondicionalmente.

Claro que dói, falei sobre isso neste outro post AQUI, mas os bebês fazem isso de maneira inconsciente, ninguém está “punindo” ninguém e daí, eles crescem…

Eles crescem ja sabendo do seu amor, já sabendo dos seus limites, das suas reações e do que podem ou não podem fazer com você. E ao mesmo tempo, eles também estão descobrindo novos limites, quem eles mesmos são, o que é legal e o que não é, quais as reações de cada uma de suas pequenas ações e sabe pra quem “sobra”?

Exatamente, pra você!

Porque os seus filhos sabem que você é a única pessoa que, por mais que ele seja rude, antipático ou esteja no mal humor do Seu Saraiva, você sempre vai amá-lo! E daí, ele deixa para se “libertar” daquela coisa de manter o equilíbrio, quando ele está em casa com você!

Isso significa muitas patadas, muitas respostas enviesadas, muitas “bufadas” de insatisfação, muita negociação e muita, muita, muita paciência que ambos precisam ter!

Sim, ambos!

Porque você está aí, criando casquinha para não sentir o impacto destas “pancadas” tão profundamente, doutrinando a sua mente e coração para entender que esta é uma fase como muitas outras que vocês já passaram juntos e o seu filho…

Ele está aprendendo a ter paciência para explicar o que você não consegue entender, a encontrar a lógica, o sentido e os seus “porquês” para conversar e traduzir o mundo que o cerca, ao mesmo tempo em que não pode esquecer que apesar do seu amor incondicional, você tem expectativas sobre ele e ele sabe bem, e ele também precisa viver com esta pressão!

Ufa! Complicado, né?

A nós, que somos os adultos, cabe a parte mais difícil que é sempre se lembrar de tudo isso e manter esta visão macro da situação, assim como você fazia (ou deveria ter feito) naquela fase em que ele se atirava no chão do shopping e você achava que isso não teria fim e que era o fim do mundo!

A parte ruim desta nova fase, é que ela dura um pouco mais do que durou a infância… #saudadesfraldas

Desde que a criança entra na puberdade e depois na pré-adolescência, estará neste ciclo até pelo menos os 20 anos! Sim, eu disse 20 anos!! E você aí reclamando do terrible two! Shame…. hahahaha

Claro que, cada indivíduo cresce e evolui em seu próprio ritmo e pode ser que o seu rebento amadureça um pouco antes, ou um pouco depois. Fato é que se você não entrou nesta fase, vai passar por ela e sim, vai doer!

Dói muito ouvir ele bufar toda vez que eu peço alguma coisa, dói muito ouvir suas reclamações para qualquer nova idéia que eu apresente, dói muito não ter mais o pequeno carinhoso de sorriso fácil, dói muito ouvir ele aumentar a voz comigo, logo comigo, que nunca grito, nunca!

Dói!

E é por isso que eu preciso aprender a criar esta casquinha! Porque a real é que eu nunca tive! As pessoas em geral sempre me magoaram porque eu não sei muito bem me defender! Em tudo o que faço, me entrego! Vou de corpo, alma, coração…

Ás vezes, me imagino como um nervo exposto, sabe? As coisas realmente me afetam e olha, é uma luta de anos para que eu compreenda que as pessoas em geral não estão contra mim, estão a favor delas e o resultado de tanta luta para não me machucar mais foi me esconder!

Quer dizer, eu meio que criei um iglu em volta de mim! Eu vejo tudo, posso até interagir, mas não permito que qualquer um entre, entende?

Como não consegui criar a minha casquinha (ou armadura) eu criei um tipo de barreira, um distanciamento, para me proteger. Uma vez que alguém ultrapassa esta barreira, estou exposta! Qualquer coisa que esta pessoa fizer ou disser vai me afetar da maneira que esta pessoa tiver a intenção.

Dá pra imaginar como é difícil confiar em pessoas que possam me ter assim, tão exposta e completamente vulnerável? Pois é…

Só que com filho a coisa é toda diferente! Porque apesar de você carrega-lo por 9 meses você não sabe quem ele é, a pessoa que vai se tornar. E sim, a sua função como mãe é ensinar a ele tudo de melhor para que ele seja a melhor pessoa possível mas, você não é 100% responsável por quem ele é ou será!

Porque por mais que você queira ter esta sensação de controle, filhos são pessoas únicas e originais, com seus próprios “porquês” instalados de fábrica, e isso independe de você!

E filhos já nascem do lado de dentro da barreira, eles sempre estarão deste lado e sendo assim, eles podem fazer comigo o que quiserem fazer, da mesma maneira em que eu como mãe posso fazer o que quiser com eles, já que filho também não tem barreira para proteger de mãe (ou não deveria ter).

E daí, os sentimentos todos se confundem! A gente chora, ri, sofre, perde a paciência, respira fundo, desiste, reanima… e dói!

Dói!

Mas eu jamais expulsaria meus filhos de dentro da minha barreira, especialmente porque sei que eles são pessoas dignas de estarem aqui, mas de vez em quando, tomam decisões erradas, assim como eu também tomo, e podemos nos magoar!

Dói!

Mas assim são as relações humanas verdadeiras, sem máscaras, sem interpretação, sem tentativas de ser o que não somos para impressionar, elas são cruas e… dói!

Mas a gente respira fundo e lembra que o adulto somos nós, e por mais que talvez não sejamos os melhores adultos do mundo, e por mais que talvez tenha nos faltado na infância o exemplo e o apoio de adultos melhores, agora a batata está na sua mão e é a sua vez de mostrar que você pode ser um adulto do bem!

E respirar fundo, e contar até 10, até 1 milhão, e lembrar de tudo isso, e ter saudades de quando a sua única preocupação era se o desenho da Princesa Sara iria passar no sábado ou não!

Dói! E não precisa doer tanto!

Se a minha escolha como mãe é acolher e amar, isso não significa que eu preciso ser uma “mamona” que não faz nada em vista de atitudes ruins afinal, educar é dar limites e mostrar que doeu também é ensinar que não pode ser repetido.

E daí, eu vou criando a minha casquinha! Uma casquinha que não chega a ser uma armadura, que não é nem nunca será uma barreira! Mas me mantém lúcida da realidade atual, dos “porquês” dos meus filhos, dos meus “porquês” e mais do que isso, me ajuda a tomar as atitudes necessárias e que nem sempre serão agradáveis, sem culpa!

Hoje tá doendo! A casquinha tá funcionando, ela foi bem efetiva nas broncas que precisei distribuir, mas ela é mais daquele tipo absorção de impacto do que simplesmente repelir, sabe? E por isso, até que toda a “porrada” tenha passado por todo o meu corpo e encontrado seus motivos para virem e irem… dói!

Mas amanhã passou!

Ai que saudades de trocar fraldas….

vida de mãe

Categorias Cinema&Cultura

Como assistir Netflix sem internet

Desde novembro do ano passado, a Netflix liberou a opção de baixar conteúdo ou seja, agora dá pra assistir Netflix sem internet! \0/

netflix sem internet

Eu já sabia da informação mas, até o começo deste mês não havia percebido realmente como esta nova função pode ser salvadora para nós, pobres mães e pais! rsrsrs

Quem me acompanha também nas redes sociais (segue aí no Instagram @bagagemdemae) viu que no começo deste mês eu encarei uma super roadtrip com as crianças: fomos de SP para o RS de carro!

Claro que, antes de encarar esta aventura (logo mais tem vlog + post contando tudo) eu fiz uma checagem geral de tudo o que eu poderia precisar para as horas longas de viagem e como poderia tornar estas horas mais confortáveis, especialmente para as crianças!

Foi aí que eu me lembrei desta função MARAVILHOSA da Netflix! \0/

Na noite anterior a viagem, baixei mais de 20 conteúdos para o meu IPad e o resultado foi: durante a viagem, as crianças ficaram muito bem instaladas e confortáveis com seus lanchinhos e filminhos e o número de “mãe, já chegou?” diminuiu consideravelmente! Iuhuuuuu!!!

Se você ainda não usou esta função da Netflix, olha aqui um tutorial bem simples pra te ajudar:

1 – A função só está disponível para o aplicativo da Netflix ou seja, no computador, usando o navegador de internet, não há esta opção! Você consegue baixar para o celular tanto com Android ou IOS e para tablets. Depois de acessar a sua conta, entre no menu e encontre “Disponível para Download”

netflix sem internet

2 – Ao clicar nesta opção, vai abrir um catálogo de filmes e séries que estão disponíveis para baixar:

netflix sem internet

3 – Se você escolher baixar uma série, vai precisar entrar episódio por episódio para baixar. Basta clicar na série, e depois, clicar no símbolo para iniciar o download:

netflix sem internet

4 – Conforme você vai baixando, ele vai mostrando o progresso do download ao lado do episódio e numa barra azul no pé da tela. Você pode baixar vários episódios ou filmes de uma vez, tudo depende da sua velocidade de internet:

netflix sem internet

5 – Depois que você terminar de baixar, basta clicar na barra azul para abrir o conteúdo baixado ou, entrar em “Meus downloads”:

netflix sem internet

6 – Se você quiser baixar um filme, é mais simples ainda! Basta procurar em “disponível para download” ou digitar o nome do filme direto na busca e ver se ele tem o símbolo de download para baixar:

netflix sem internet

Os conteúdos baixados ficam disponíveis dentro da sua conta Netflix ou seja, ele não é baixado para o seu aparelho e assim, não ocupa seu espaço de memória!

Enquanto o conteúdo baixado estiver disponível no catálogo Netflix, ele fica disponível na sua aba de “meus downloads”, se você quiser apagar os conteúdos baixados, basta clicar em cima do título baixado, e escolher a opção apagar!

Para 12 horas de viagem, na ida e na volta (com parada de pernoite), foi uma senhora mão na roda! Eu baixei episódios de Bob Esponja, Tartarugas Ninjas, Projeto MC2, Steven Universe e filmes como Tainá, Paddington e Percy Jackson.

Super dica para facilitar a nossa vida nestes casos de viagens de carro ou avião e também, pra não ficar gastando o pacote de internet, né? #soudessas hihihi

Se tiverem mais dúvidas, manda aí que eu tento responder, tá?

Valeu Netflix, eu te amo!! hahahaha

Bjs! ;)

Categorias Decoração

Faça você mesmo: Painel de Atividades para crianças

Já ouviu falar do Painel de Atividades para Crianças, ou nas versões em inglês: Board Activity ou Busy Board?

Inspirado na metodologia Montessori, o Painel de Atividades propõe ensinar aos pequeninos para que servem as coisas simples do dia a dia, como por exemplo: portas, campainhas, rodas, chaves, fechos, botões, zíperes…

Se você já está familiarizada com a metodologia Montessori, sabe que a base desta linha de pedagogia é estimular a autonomia das crianças, e nada melhor para este estímulo do que as coisas da vida prática, com as quais ela tem (ou vê você ter) contato todos os dias.

O Painel de Atividades pode ser feito em casa e tudo o que você vai precisar é:

  • Prancha de madeira
  • Fechaduras, trincos, cadeados, linhas, argolas, portinholas…

Você pode conseguir estas coisas aí em casa, reutilizando o que está parado ou iria para o lixo, ou ir dar uma voltinha numa destas casas de materiais de construção e optar por itens bem baratinhos.

Para te inspirar e dar idéias sobre como começar, olha só:

painel de atividades

Nesta idéia, todos os itens são “sucata”: telefone, calculadora, rodinhas, campainha, cadeados, trincos, chaveiros…

painel de atividades

Este super caprichado parece uma engenhoca de cientista! Bem colorido, incluiu brinquedinhos, xilofone, painel magnético, ábaco, cano, utensílios de cozinha…

painel de atividades

Este é bem focado nas coisas da casa e suas funções! Adorei o design do board, amarelo e preto e com uma alça para ficar mais fácil de levar para vários cantos da casa onde o pequeno pode brincar!

painel de atividades

Neste outro-  gigante, também feito com sucata, as luzes até acendem! Para conseguir este efeito, basta comprar aquelas luminárias de led que utilizam pilha e ficam no setor de iluminação das lojas destinadas a serem utilizadas dentro de guarda-roupas, no carro e afins!

painel de atividades

Se você não leva muito jeito para o trabalho manual, pode encomendar de um marceneiro ou artesão! Este painel super fofo eu achei no Etsy!

painel de atividades

Ou, se você preferir fugir de coisas que envolvam pregos, martelos e parafusos, pode fazer um painel no papelão ou tecido com itens do vestuário: botões, cadarços, velcro, fechos, cintos…

painel de atividades

Amei esta idéia de uma mãe que reutilizou as tampas dos pacotes de lenços umedecidos! Ela montou um painel de “esconder” ou peek a boo, na versão em inglês!

Depois de colar as tampas em uma prancha, ela escondeu dentro de cada uma um tecido ou textura diferente, bem legal para a criança ir experimentando e desenvolvendo sua habilidade do tato!

Crianças a partir de 18 meses e até uns 5 anos se divertem muito com o painel de atividades, e você pode ir trocando as peças conforme eles vão crescendo e mudando de interesses!

Tem estes painéis, muitos outros e passo a passo lá no meu painel do Pinterest, clica AQUI para ir lá ver!

E se você já fez um destes ou conhece um fornecedor bacana para quem prefere comprar pronto, deixa a dica aqui nos comentários!

Bjs! ;)

Categorias Cinema&Cultura

Maratona Netflix de Páscoa

Se você não vai viajar neste feriadão e está pensando em fazer do sofá a melhor atividade em família, olha só as minhas sugestões para a sua maratona Netflix de Páscoa!

Com as crianças

The Ultimate Beastmaster Brasil

Pense uma “Olímpiadas do Faustão” muito, mas muuuuito melhorada e com narradores como Anderson Silva, Rafinha Bastos e Terry Crews te fazendo dar muitas risadas!

A série, que é produzida por Sylvester Stallone, acompanha uma competição entre atletas dos mais variados estilos (parkour, escalada, jiujitsu e afins) que representam 6 países (inclusive o Brasil).

Cada episódio tem 1 vencedor e no episódio final, os vencedores se encontram para o último grande desafio que vale 25 mil dólares! As crianças morrem de rir e se inspiram com os desafios e destreza dos atletas, é bem divertido sim!

maratona netflix

SuperGirl

Na mesma série você vai se apaixonar por uma SuperGirl mais humana do que nunca, vai rever a Ally McBeal, o Super Homem da série Lois&Clark e ainda tem crossover com o The Flash!

Adoooro!

maratona netflix

Na sala da Julie

Julie Andrews, também conhecida como “A noviça rebelde” é a professora de teatro de uma turma super especial! As crianças (fantoches no melhor estilo Muppets) estão montando uma peça de teatro e a cada episódio, Julie e convidados especiais ensinam sobre a arte da dramaturgia, a importância das diferenças e muito mais.

Simplesmente uma fofura!

maratona netflix

Steven Universe

Se você nunca parou para assistir este desenho com o seu filho, faça isso já! Steven Universe é uma feliz exceção aos desenhos nonsense que não ensinam nada e não fogem das clássicas histórias com bandidos e mocinhos.

No mundo de Steven, personagens diferentes (literalmente de outras dimensões) demonstram situações do dia a dia bem humanas e como aprendemos a lidar com elas, as vezes errando, as vezes acertando, mas sempre com muito respeito e doçura!

Vai assistir Steven Universe, vai agora!

maratona netflix

As aventuras de Fígaro Pho

Fígaro é um garoto que tem medo de tudo! Para lidar com seus medos, ele usa sua imaginação e muita criatividade para construir máquinas especiais, roteiros e estórias muito loucas!

Eu adoro este tipo de desenho completamente digital e a mensagem do desenho é muito linda!

maratona netflix

Só para os adultos

The Get Down

O nascimento dos MCs nos guetos de New York, o nascimento do hiphop, as performances do break, a poesia do rap, as dificuldades, os preconceitos… tudo isso nesta série linda, divertida e que vai te fazer sair dançando pela sala!

maratona netflix

Black Mirror

Se você achar que algum episódio é a cara da vida real, não se assuste! Black Mirror é uma série que imagina todas as coisas do agora levadas ao extremo num futuro não muito distante.

Para refletir, pirar o cabeção e parar o que você está fazendo agora!

maratona netflix

Punho de Ferro

Eu sou super suspeita para falar de séries de heróis porque eu simplesmente amoooo! Mas ver o Loras Tyrell (de Game of Thrones) ressurgido como um super herói que usa nada além de sua força interior para transformar seus punhos em aço, é demais!!

Quem é fã dos quadrinhos vai encontrar um monte de vacilos da produção, mas quer saber? Eu adoro mesmo assim, entretém é para isso mesmo que serve!

maratona netflix

13 Reasons Why

Se você não esteve na internet neste último mês, talvez não saiba desta grande estréia da Netflix que está sacudindo todas as redes sociais.

13 Reasons Why é inspirada no livro de Jay Asher e conta a história de Hannah, uma adolescente que se suicidou aos 17 anos e deixou para trás 13 fitas cassetes contando seus motivos e porquês.

A série é muito forte, pesada mesmo! Faz você refletir sobre muitas coisas, desde o banal dia a dia e como você interage com as pessoas a sua volta, até questões mais sérias como bullying, depressão, machismo, alcoolismo, drogas e muito mais.

Se você tem um histórico de depressão, não assista!

maratona netflix

Stranger Things

Nem sei se eu deveria indicar esta série aqui porque, só se você mora em Marte é que não ficou sabendo dela no ano passado!

De toda forma, se você tá voltando agora, corre se atualizar porque esta série é demais! Cheia de referências dos anos 80 que vão te fazer mergulhar em pura nostalgia, um elenco de crianças mais fofas impossível e ainda a incrível e amada Winona Ryder ressurgida das cinzas e arrasando!

maratona netflix

E se você vai viajar, de carro ou de avião, não esquece que agora a Netflix tem o recurso de baixar episódios e filmes para que você possa assistir offline.

Para saber o que dá pra baixar, procure no menu “disponíveis para download”, eu usei este recurso em nossa última viagem de carro e foi salvador! Vou fazer um post explicando direitinho como faz para baixar e como funciona, ok?

Boa Páscoa pra vocês e tá liberado encher a cara de chocolate e ser muito feliz!

Bjs! ;)

Categorias Vida de Mãe

Elegendo prioridades…

Acho que já fiz vários posts aqui no blog falando sobre a grande loucura que é a vida de mãe! Isso não é segredo pra ninguém (ou pelo menos para ninguém que seja mãe) mas, quando estamos vivenciando a situação o tema se torna uma constante e por isso, tenho me ocupado bastante em pensar e racionalizar toda esta loucura!

vida de mãe

Por mais que os filhos cresçam, que o desafios diminuam (ou se transformem), eu sinto como se estivesse presa em uma teia de aranha onde cada passo que eu dou me deixa mais amarrada e ao invés de desenrolar as coisas, me percebo cada vez mais no papel de equilibrista maluca tentando conciliar todas as minhas prioridades sem deixar nenhuma bolinha cair.

E isso cansa!

Porque uma coisa que precisa ficar muito clara, de uma vez por todas, para todas as pessoas é que não, as mães não são super heroínas! Não somos santas, não somos super fortes, não somos super nada! Somos apenas MULHERES humanas, com as mesmas fraquezas, cansaços, medos, acertos e erros.

O diferencial é que somos humanas que criam outros humanos e isto é sim o trabalho mais difícil da humanidade!

Isto posto, vamos pensar de novo no lance de todas as bolinhas que estamos equilibrando. Será mesmo que precisamos equilibrar todas elas? Será que todas são tão essenciais assim?

Quer dizer, ás vezes, mesmo sem querer, acabamos por acumular tarefas, funções, atividades e responsabilidades que não são nossas ou no mínimo, não deveriam ser!

E é óbvio que é bem fácil vir aqui e falar tudo isso pra vocês mas, na prática, como olhar para tudo isso e tentar aliviar? Como eleger prioridades? Como desafogar a nossa rotina se tudo o que fazemos parece ser sempre tão urgente e essencial?

Eu não tenho uma fórmula perfeita e exata, mas tenho pensado, pesquisado e me baseado em muitas coisas para encontrar a minha maneira de lidar com tudo isso e assim, encontrar a minha paz!

Resolvi vir aqui compartilhar com vocês as coisas que têm funcionado comigo, vai que dá certo com você também? Acompanha o passo a passo:

1 – Oi realidade!

A primeira coisa que eu fiz para entender onde eu estou e por que estou foi parar e analisar o meu cenário atual. Entender onde eu estou na minha vida, por que estou aqui, quais foram as escolhas que me trouxeram até aqui e onde eu gostaria de estar.

Para não desanimar, fiz uma lista (no papel mesmo) das coisas que eu posso mudar e das coisas que eu não posso mudar. Comecei pelas coisas que eu posso mudar e segui para o segundo passo…

2 – Abrir mão!

Das coisas que eu posso mudar, quais delas me incomodam? Quais tarefas, rotinas ou responsabilidades foram escolhas minhas e me incomodam atualmente? Quais destas eu posso abrir mão?

Pra simplificar: eu não precisava fazer parte de mil grupos no whatsapp e ter que dar atenção para 200 pessoas via celular além das pessoas aqui da minha casa que já precisavam de mim, eu não precisava estar em todos os eventos de blogueiras que sou convidada se isso significa sacrificar a minha rotina com as crianças, ter que passar muitas horas no trânsito…

Enfim, estes são apenas alguns exemplos de coisas que parecem pequenas mas que, no acúmulo de funções e atividades do dia a dia, acabavam me sobrecarregando!

3 – Oi, você!

Depois de entender que algumas das minhas bolinhas podiam sim ser deixadas de lado, eu fui entender porque fiz estas escolhas. Quer dizer, depois que viramos mães é tão fácil nos confundirmos com aquilo que queremos de verdade com aquilo que nossa família quer!

É quase como se a gente já não mais existisse, como se os desejos, sofrimentos, medos e afins fossem do tipo coletivo, não há mais espaço para a individualidade e viver assim é com certeza sufocante então, apenas pare!

Você é uma pessoa, você já existia antes de ter filhos, você ainda existe depois de ter filhos! As suas necessidades e prioridades podem ter mudado, até os seus sapatos e roupas podem não ser mais os mesmos mas você, você ainda está aí sim e é preciso se reconectar com você mesma o mais rápido possível afinal, a maneira mais rápida de perder todos á sua volta é se perdendo de você mesma!

E como fazer isso?

Exercícios, meditação, livros, chá com as amigas, chá sozinha em silêncio, crochê, dançar, pole dance, natação, um hobby, maratona de seriados… você decide! O importante é que você faça as pazes com você mesma, sem culpa!

4 – Pé na estrada!

Não! Não é pra você fugir de casa!

Depois de considerar o seu cenário, eleger as coisas que são importantes de verdade pra você e saber porque você fez estas escolhas, é hora de enxergar pra onde você quer ir!

Trace uma rota, faça planos e metas, visualize o cenário que você deseja para sua vida, entenda o que você precisa fazer para chegar aonde quer chegar e comece a caminhar a sua nova estrada!

Imagine como seria a sua rotina ideal, as coisas que você pode lidar, o que cabe e o que não cabe no seu dia, os projetos que você precisa fazer hoje, aqueles que podem esperar, os que podem ser feitos aos poucos, os que podem ser para o ano que vem…

Mas vá com calma! Você precisa entender o 5 passo para prosseguir…

5 – Vai dar tempo sim!

Quantas vezes você já ouviu por aí que “a vida é curta”? Que 24h não são suficientes para as tarefas de 1 dia? Que precisamos ser mais eficientes, mais proativas e otimizar o nosso tempo?

Esqueça tudo isso e acredita em mim: a vida é muito longa sim! Você sempre terá tempo para mudar o que pode ser mudado, para começar algo novo, para conquistar um sonho, para alcançar uma meta…

Você só não conseguirá nada disso se tentar fazer tudo de uma vez, ao mesmo tempo e agora! Lembre-se daquele outro ditado: nunca é tarde para começar!

Respira, se organiza e caminhe no seu ritmo! A vida só vai ser curta pra você se você tiver um enfarto de tanto estresse por tentar ser esta super mulher que não existe!

6 – Mantenha-se inspirada!

Você já sabe quem você é como mulher e como mãe, já sabe as coisas que gosta e que não gosta, as que são prioridades de verdade, as que você pode mudar e as que não pode, já sabe onde está, aonde quer chegar e como chegar, já tem uma imagem visual desta nova vida que você sabe que pode ter!

Então, foco neste caminho e permita que esta visão seja a sua inspiração diária!

Sim, haverão dias em que você vai chorar pra sair da cama, haverão dias que as crianças vão acordar no modo Ninja Jhiraya e nem toda a paciência do Buda vai fazer você enxergar com clareza e paciência que está tudo bem!

Haverão dias que você vai lembrar deste post e ter vontade de me mandar á m…., de jogar a toalha, de fugir para as montanhas mas, mesmo nestes dias, agarre-se nesta pontinha de esperança: para todo dia ruim, haverá um amanhecer e o presente é sempre uma surpresa!

Prometo, você consegue! #tamojunto

Bjs! ;)

Categorias Decoração

Jardim de Fada

Fazia um tempão que eu tinha visto lá no Pinterest idéias lindas para montar um Jardim de Fada! O conceito muito simples de construir verdadeiros “recantos de fadas” em vasos, potes, canecas ou floreiras, usando miniaturas e pequenas sucatas no melhor estilo “Tinker Bell”, me deixou apaixonada!

Olha só como é muuuuito fofo!

jardim de fada

jardim de fada

jardim de fada

jardim de fada

Com todas estas referências em mente, chamei o Pedro e a Cacá para me ajudarem a encontrar estas “sucatas tesouro” aqui pela casa e depois, escolhemos qual seria o nosso vaso “recanto”, compramos pedrinhas para “aterrar” a obra e ficou assim:

jardim de fada

Um canudo de drink com guarda-chuva virou um guarda-sol, a cadeirinha de MDF eu nem sei o que estava fazendo aqui, os botões em formato de chinelinhos deram um charme e as florzinhas de tecido, que eram sobras de uma decoração de aniversário, ficaram bem fofas na floreira de bonecas!

Nosso jardim ainda está bem “tímido” e estamos planejando ampliar o espaço para receber cada vez mais fadinhas!

Qualquer coisa pode virar uma coisa de fadas e eu achei estas dicas de “construção” de ferramentas que pretendo colocar em prática:

jardim de fada

Botões + clipes de papel viraram bicicletinhas!

jardim de fada

Grampos de cabelo podem ser cerquinhas, e dá pra pintar de branco ou colorido usando esmalte, guache…

jardim de fada

Uma rodinha de carrinho de brinquedo virou um balanço na “árvore graveto”…

jardim de fada

e dedeiras e tampas de pasta de dente podem ser mini vasinhos de suculentas!

Eu preciso confessar que, adoro estas coisas meio kitsch de anões de jardim, mini moinhos de água, lago de carpas… ai de mim quando tiver uma casa com um jardim grande onde possa colocar todas as minhas quinquilharias! hehehe

Mas além de ficar uma fofura na decor, criar um Jardim de Fada com as crianças é uma atividade bem gostosa para um final de semana!

Aqui em casa, já temos o hábito de cuidar das plantinhas aos finais de semana e agora, com o Jardim de Fada, consegui mobilizar ainda mais o Pedro e a Cacá que estão sempre atentos ás miudezas sugerindo transformações, novas criações e tendo mil idéias. Acho fofo!

Se vocês já tem um espacinho verde aí na sua casa, aproveita esta idéia para passar umas horas divertidas com os pequenos. Em qualquer idade, eles vão adorar se envolver neste projeto!

Lá no meu painel do Pinterest tem mais idéias e alguns tutoriais para quem quer construir com mais detalhes! Clica AQUI para ir lá ver e não esquece de seguir a gente por lá!

E quem ainda não tem um cantinho verde, neste post AQUI tem algumas dicas para você montar o seu jardim de apartamento!

Ter contato com a terra e as plantas é uma verdadeira terapia para adultos e crianças e além disso, ensina muito para eles sobre cuidado, preservação e o ciclo da vida!

Inspirem-se!

Bjs!

Categorias Cinema&Cultura

Como transformar sua TV em Smart: guia rápido para mães

Eu estou sempre dando dicas por aqui e pelas minhas redes sociais sobre filmes e séries para assistir na Netflix e, de vez em quando, aparecem perguntas de mães sobre como transformar a TV em smart.

Quer dizer, como assistir a Netflix na TV se a sua TV não é das mais modernas com acesso a internet?

Se você não quer comprar uma tv nova, você pode transformar a sua antiga em smart de 4 maneiras:

1 – Conectando o seu notebook na TV via cabo

2 – Usando a Apple TV

3 – Usando o Chromecast

4 – Usando o XBOX ou o PlayStation

Para que uma destas opções funcionem, a sua TV precisa ter uma saída HDMI, normalmente você encontra esta informação olhando atrás da TV. Todas as alternativas que eu citei acima, utilizam cabos de conexão HDMI, que é isso aqui:

 

saída hdmi

Saída HDMI

Além do HDMI, para todas estas opções você vai precisar de internet wifi, a velocidade da sua internet é que vai dizer se a qualidade da imagem será boa ou ruim!

Depois que você tiver certeza que a sua TV tem uma saída assim, é hora de escolher qual opção é melhor pra você e a sua família!

Vou explicar cada uma delas com valores de investimento e prós e contras, ok?

1 – Conectando o seu notebook

Aqui é a opção mais simples e fácil! Você só vai precisar comprar um cabo de saída HDMI que conecte o notebook na televisão. Depois disso, tudo o que você estiver vendo na tela do seu notebook, estará passando na tela da sua TV.

Isso vale para Netflix, YouTube, filmes rodando em DVD, etc. Os controles ficam no notebook ou seja, para dar pause, escolher legendas e tudo mais, você vai precisar usar o mouse ou teclado do computador.

Prós: investimento baixo! Você só precisa comprar um cabo!

Contra: controles no notebook, manter o notebook conectado na TV (precisa de um espaço pra isso), notebook sem possibilidade de uso para outras coisas durante a exibição na TV.

conectar notebook na tv

2 – Apple TV

A Apple TV é um aparelho que funciona como um centro de entretenimento. Ao conectar o aparelho na sua TV você terá a possibilidade de conectar na sua TV todos os outros aparelhos Apple que você tiver em casa (IPhone, IPad, IMacs, etc) e isso inclui ver as fotos e vídeos, espelhar instantaneamente o que você estiver vendo no celular, acessar a App Store e o ITunes…

A Apple TV também tem aplicativos próprios, como o aplicativo da Netflix, do YouTube e muitos outros. Também existe a possibilidade de alugar filmes diretamente no ITunes pelo mesmo preço que você pagaria no serviço da TV a cabo, a possibilidade de ouvir músicas em aplicativos como o Spotify e baixar jogos feitos para esta plataforma para as crianças brincarem, como joguinhos de Formula1, Rayman e muitos outros.

A Apple TV também tem um controle remoto super moderno que funciona com touch e conecta a sua tv deixando no mesmo lugar a função de ligar/desligar e aumentar/abaixar volume. O controle também tem a função Siri, que é o reconhecimento de voz fazendo com que você não precise digitar o nome de um filme, por exemplo, basta falar.

Prós: é um centro de entretenimento bem completo! O seu design pequenino não ocupa muito espaço para quem tem móveis sob medida para a tv. Ele tem um sistema inteligente de economia de energia e armazenamento de dados.

Contras: é um investimento mais caro! Você encontra as versões mais antigas a partir de R$ 380,00 e a mais nova (que tem o controle touch e reconhecimento de voz) a partir de R$ 1200,00.

apple tv

Foto: engadget.com.br

apple tv

Foto: techtudo.com.br

3 – Chromecast

É a opção do Google para transformar as antigas TVs em TVs smart! O aparelho pequenininho que parece um pen drive também é conectado na TV via saída HDMI porém, todas as função estarão no seu celular ou tablet.

Para usar o Chromecast você precisa baixar o aplicativo e então espelhar as funções na TV, parece trabalhoso mas é bem simples na realidade!

No aplicativo do Chromecast você também encontra a Netflix, o YouTube, o Spotify e muitos outros criados exclusivamente para esta plataforma.

Prós: é uma opção barata! Você encontra o Chromecast com preços a partir de R$ 170,00

Contra: você precisa baixar o aplicativo no seu celular e controlar tudo por lá, o que pode monopolizar o celular!

chromecast

Foto: Google divulgação

chromecast

Foto: Google divulgação

4 – XBOX One ou PlayStation

Se na sua casa vocês também adoram jogar videogame, saiba que os consoles mais modernos como XBOX e PlayStation também podem transformar a sua TV em smart.

Conectados via HDMI cada um deles possui aplicativos e interfaces diferenciadas sendo que para o XBOX, você também conta com entrada USB (pendrive e HD externo) e nos dois, a possibilidade de usá-los para rodar filmes em DVD BluRay.

Ou seja, se o seu filho está pedindo um videogame faz tempo e você nunca viu muito motivo para comprar um “troço” tão caro ou, se você gosta de jogar, pode ser uma boa idéia de investimento em entretenimento para a família!

Prós: além dos aplicativos, Netflix, YouTube, acesso ás redes sociais e ao Internet Explorer, possibilidade imensa de jogos tanto gratuitos como online e em cds, também pode funcionar como seu leitor de filmes DVD BluRay inclusive conectado ao seu home theater.

Contras: é um investimento mais caro! O XBOX One sai a partir de R$ 1.200,00 e o PlayStation 4 a partir de R$ 1.500,00. Além disso, você vai precisar usar os controles do videogame para acessar os menus dos aplicativos e o da TV para controles de ligar/desligar e aumentar/abaixar volume. Ou seja, você vai precisar de 2 controles.

Console do PlayStation4

xbox one console

Console do XBOX

Aqui em casa nós temos a Apple TV na TV da sala e o XBOX na TV que fica na brinquedoteca. Como lá é onde as crianças brincam, jogam videogame e assistem seus filminhos, achei melhor deixar o XBOX lá e na sala, fico com a Apple TV que é onde eu assisto as minhas séries da Netflix, faço minhas sessões de Yoga, espelho conteúdos do celular…

É sempre bom lembrar que o investimento necessário para transformar a sua TV em smart não diz respeito somente a comprar o equipamento (ou cabo). Para acessar o conteúdo da Netflix (por exemplo) você precisa ser assinante do serviço (que começa em R$ 29,90 por mês e tem o seu primeiro mês gratuito) ou, comprar os filmes disponíveis nos catálogos do ITunes ou Google Play.

Conteúdo gratuito mesmo você só vai encontrar usando o YouTube ou, se alguma das plataformas estiver oferecendo degustações ou experiências gratuitas!

Eu não cogitei comprar uma tv nova nem pra sala e nem pra brinquedoteca porque #soudessas que pensa que se o que eu tenho ainda funciona, pra quê gastar dinheiro comprando outra? Mas se a sua tv já está “capenguinha” as TVs smart não estão mais tão caras como estavam há uns 5 anos atrás e algumas destas ferramentas (como a Apple TV ou os videogames, por exemplo) estão saindo no mesmo preço de uma TV nova!

Então, na hora de escolher o que é melhor para a sua família, pense no conforto de vocês e também na economia! Se tiverem mais dúvidas sobre os aparelhos, pode mandar que eu respondo, tá?

#ficadica

Bjs! ;)

tv smart

Categorias Vida de Mãe

Faça você mesmo: presilha de Páscoa

 

Eu amo a Páscoa! Acho que amo mais do que Natal!! E nem é por causa do chocolate (que é claro, conta bastante!) mas, gosto do espírito de renovação, da coisa de sentir um refresh na vida, uma nova chance, sabe?

Além disso, amo muito a decoração de Páscoa! Gosto de encher a casa de coelhinhos, motivos florais e campestres, fazer atividades com as crianças, brincadeiras, esconder os ovos…

Este ano, além de tudo isso, também inventei moda com a Cacá e fizemos uma presilha de Páscoa para ela enfeitar os cabelos!

Ficou bem fofinha e foi super rapidinha de fazer, olha o vídeo do passo a passo:

Pra quem não entendeu bem, vou transcrever aqui os materiais:

  • Feltro Branco
  • Feltro Cor de Rosa
  • Presilha tipo tictac
  • Cola Quente
  • Cola Branca
  • Enfeite de botão

Dá pra usar a mesma idéia de enfeite e colar em uma tiara, em presilhas do tipo bico de pato, em faixinhas… dá pra fazer mil coisas!

Você também pode variar o enfeite do centro e usar um pompom, uma pedrinha, deixar simples sem nada… o que a sua criatividade mandar!

Gostam de idéias assim? Eu vivo inventando destas com as crianças, nem sempre lembro de gravar ou fotografar mas, compartilho sempre lá no nosso instagram! Segue a gente @bagagemdemae

Ah, e dá uma força nesta coisa de canal do YouTube, se increve lá! rs

Bjs!

Categorias Passeios e Viagens

5 Destinos Família para os feriados de Abril

Este mês de Abril está cheio de feriados daquele tipo delícia: caem na sexta!! \0/

Se você está pensando em aproveitar estes dias, separei 5 sugestões de destinos família que dá para fazer em 4 dias e se divertir muito!

Olha só:

Em São Paulo, Santa Clara Eco Resort!

Pra quem está pensando em hotel fazenda próximo de São Paulo, o Santa Clara é uma ótima opção! Além da infra-estrutura ser de primeira, tem atividades que envolve desde os menores até os adultos com uma equipe incrível, comida gostosa, quartos espaçosos e áreas verdes cheias de aventuras e diversão!

Saiba mais detalhes do hotel neste post AQUI

santa clara eco resort

No Beto Carrero, Penha!

Se você quer aproveitar os feriados prolongados e levar as crianças para finalmente, conhecer o parque Beto Carrero, o seu lugar para ficar é Penha!

Nós estivemos por lá no ano passado e nos hospedamos na Pousada Pedra da Ilha que, além de estar bem pertinho do parque e ter uma parceria bacana com eles, tem uma infra-estrutura confortável, é pé na areia e faz todo sentido na relação custoxbenefício.

Para saber todas as dicas desta viagem ao maior parque de diversões da América Latina, clica AQUI

beto carrero

Para fugir do frio, Rio Quente Resorts!

Por lá, não tem tempo ruim! Os dias são sempre gostosos e as piscinas sempre quentinhas! Você não precisa de mais do que 4 dias para aproveitar o Rio Quente Resorts e o Hot Park!

Cheio de atrações para todas as idades, a diversidade de hospedagens do complexo vão agradar desde os turistas mais exigentes até aqueles que querem gastar pouco!

Para saber todos os detalhes desta viagem, clique AQUI

rio quente resorts

Para quem ama praia, Salinas Maragogi!

O sonho de toda mãe é uma praia com ondas tranquilas, água do mar morninha, vasta extensão de areia para brincar e nada de muvuca para ficar sossegada! Este lugar existe e se chama Maragogi!

Se vocês estiverem hospedados no Salinas daí, o sonho vira realidade com all inclusive e hospedagem confortável para você relaxar de verdade!

Tem todos os detalhes deste paraíso neste post AQUI

salinas maragogi

Pra quem quer sair do país, Buenos Aires!

Quatro dias são tudo o que você precisa para sair do país e ir visitar os nossos hermanos argentinos! A viagem internacional mais em conta para todos os brasileiros vai surpreender a sua família!

A capital portenha oferece muita opção de atividades para os pequenos, boa comida, passeios gostosos e não vai te deixar mais pobre na volta!

Tem roteiros e dicas neste link AQUI

buenos aires com crianças

E aí, já se programaram? Querem dicas de outros lugares? Me contem tudo!

Bjs!

Categorias Receitas

Receita: Nhoque caseiro

Levar as crianças para a cozinha e fazer uma receita juntos, é uma maneira de despertar o interesse deles pela comida, pelos ingredientes e, quem sabe, conseguir fazê-los comer sem brigas! #quemnunca?

Aqui em casa, nós não somos super cozinheiros, nem eu, nem o marido mas, nos arriscamos em receitas simples e colocamos toda a família para “brincar” disso também!Nossa última experiência culinária foi um Nhoque Caseiro feito pela Cacá e pelo papai!

receita de nhoque caseiro

Além de ser bem simples de fazer, são poucos ingredientes, coisas que você tem aí em casa sem precisar sair e gastar mais ou correr atrás de mil coisas para um almoço de domingo!

Olha só a receita:

  • 6 batatas médias
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de queijo parmesão ralado
  • temperos a gosto
  • farinha de trigo para enfarinhar uma superfície plana

Modo de fazer:

Cozinhe as batatas com água e sal até o ponto de purê, esprema e coloque na geladeira por 1h para esfriar. Em uma tigela grande, misture a batata amassada com o queijo, a farinha e os seus temperos (aqui usamos sal e orégano).

Vá misturando bem até a massa começar a soltar da mão, se você achar que está muito grudenta, vá polvilhando mais farinha na massa até chegar no ponto. Só tome cuidado para não colocar farinha demais e a massa ficar dura!

Enfarinhe uma superfície plana (a pia, ou a mesa), pegue bolinhos de massa e enrole como “cobrinhas”, faça quantas cobrinhas a sua massa der. Aqui em casa, deu cerca de 4 ou 5 cobrinhas.

Depois de prontas as cobrinhas, vá cortando em pedacinhos pequenos, você pode usar um garfo para deixar mais arredondado e com uma marcação bonitinha, ou só cortar mesmo!

Coloque água para ferver com um fio de óleo, quando estiver borbulhando, mergulhe as bolinhas de nhoque, por pouco tempo! Cerca de 5 a 8 minutos e vá retirando e escorrendo!

Está pronto para acrescentar o seu molho de preferência e servir! Para não correr o risco de o nhoque grudar todo e resfriar, minha dica é que você já esteja com o molho pronto e daí, basta jogar bem quentinho por cima da massa!

Nós gostamos de fazer nossos próprios molhos caseiros, mas você pode criar do jeito que achar melhor!

Super fácil e delicioso! As crianças amam ficar cheias de farinha, enrolar as cobrinhas, cortar, fazer marquinhas com o garfo… Sem falar que, com certeza, este é o tipo de memória afetiva que vai ficar pra sempre com eles, né?

 

Aproveita que estamos no final do mês e faz a experiência aí também! Diz a lenda que dá sorte comer nhoque no último dia do mês e se não der sorte, com certeza vai encher de amor o almoço de vocês!

Bjs!